Pistache é uma semente cheia de benefícios

O pistache é a semente da árvore pistácia, originária da Ásia Central, sendo bastante apreciado…


O pistache é a semente da árvore pistácia, originária da Ásia Central, sendo bastante apreciado e consumido pelos brasileiros. É um tipo de noz frequentemente consumido inteiro, torrado e salgado, como os amendoins, e também usado no preparo de sorvete, salada, chocolate, pudim e outros pratos doces.

Fonte de vitaminas e minerais, o pistache proporciona diversos benefícios à nossa saúde. Saiba mais sobre as propriedades e os benefícios desta semente:

As propriedades e os benefícios do pistache

  • O pistache contém ácidos graxos e fibras que auxiliam na regulação intestinal e na redução do colesterol “ruim” (LDL);
  • Possui minerais como o potássio, magnésio, cobre, cálcio e fósforo, além de vitaminas do complexo B e proteínas. O pistache também possui gordura monoinsaturada, que dilata os vasos sanguíneos, desbloqueando as artérias e elevando os níveis do colesterol “bom” (HDL), o que reduz os riscos de doenças cardíacas;
  • O pistache é rico em antioxidantes, carotenos e vitamina E, que ajudam a proteger o organismo contra a ação maléfica dos radicais livres;
  • Este alimento é fonte de vitamina B6, que ajuda na formação de ácidos aminados e atuam como neurotransmissores. A mielina também é sintetizada pela vitamina B6 e forma um isolamento em torno da fibra nervosa, permitindo o transporte adequado dos sinais nervosos. Por este motivo, o pistache age na proteção do sistema nervoso;
  • Carotenoides presentes no pistache, como a luteína e a zeaxantina, ajudam a proteger a saúde dos olhos;
  • Por ser rico em fibra alimentar, o consumo do pistache ajuda no processo de digestão, melhorando o trânsito intestinal;
  • Este tipo de noz pode ser útil contra a diabetes, pois reduz o nível de glicose no organismo ao ser consumido após uma refeição.
Pistache é uma semente cheia de benefícios

Foto: Reprodução


Consumir com moderação!

Apesar dos vários benefícios proporcionados pelo pistache, o seu consumo deve ser feito com moderação. Este alimento, assim como as nozes e as castanhas, possui muita gordura e é rico em calorias, o que pode acarretar no aumento de peso.

Cada 100 gramas de pistache contêm 571 Kcal e o ideal é ingerir, no máximo, 30 gramas para não exceder o consumo de gorduras e calorias. Além disso, a indústria alimentícia costuma acrescentar sal a estes produtos, que são vendidos como aperitivos. É importante ler os rótulos com atenção e escolher as versões menos salgadas para evitar problemas de saúde.

A recomendação é comer o pistache antes das refeições, pois assim as gorduras demoram mais para serem digeridas pelo organismo, o que prolonga a sensação de saciedade.


Reportar erro