Pimenta-longa: benefícios e propriedades para a saúde

Um dos efeitos benéficos desta planta diz respeito em estimular o apetite, assim como a digestão e a absorção em até 30 % dos casos


Com origem na Índia tropical, a pimenta-longa ou piper longum possui qualidade energética e quente e é capaz de agir como estimulante em indivíduos que estejam acamados com alguma enfermidade ou mesmo com frio. Suas partes usadas tendo como finalidade a medicina alternativa são as sementes e raiz da planta.

Propriedades da pimenta-longa

Integrante da família das plantas piperaceae, a pimenta-longa possui propriedades carminativa, laxante, estimulante, febrífuga, diurética, anti-helmíntica, tônica, expectorante, antisséptica, digestiva, analgésica, rejuvenescedora, estimulante cardíaca, hipocolesterolêmica e emenagoga.

Benefícios da planta para o organismo

Um dos efeitos benéficos mais conhecidos da piperina, como assim é conhecida a planta, diz respeito em estimular o apetite, assim como a digestão e a absorção em até 30 % dos casos. Este vegetal tem ainda a capacidade de estimular a enzima a qual eleva o nível de absorção de aminoácidos do trato gastrintestinal.

Imagem de pimenta longa

Foto: Depositphotos

Além disso é uma planta capaz de combater dispepsia, flatulência, anorexia, constipação, má digestão, ameba, vermes e cândida. É ainda responsável por promover a saúde do fígado, diminuindo toxinas e os danos causados pelas mesmas.


A planta pimenta-longa também se destaca por auxiliar na saúde da circulação sanguínea, da mente e do emocional humano, do sistema imunológico, do respiratório e também do reprodutor.

Assim, a mesma é eficaz para tratar doenças respiratórias, como gripes e resfriados, além de casos relacionados ao emocional como ansiedade e tensão.

Rico em antioxidantes, este vegetal é ainda rejuvenescedor e possui ação anti-inflamatória para tratar artrite, gota e dores nas costas e músculos. É eficaz ainda contra a anemia e o colesterol ruim para o organismo.

Diante de tantos benefícios, resta recomendar que você mantenha sempre em casa algumas raízes e/ou sementes da planta, pois, certamente, alguma vez na vida você poderá ser afetado seja pela primeira vez ou não por algum dos problemas de saúde mencionados.


Reportar erro