Para que serve a kava kava?

Por Redação

Kava Kava

Kava Kava | Imagem: Reprodução

Esta planta, originária do sul do Pacífico, pertence à família das pimentas e é muito usada há mais de 3 mil anos pelos nativos de ilhas polinésias e da Malásia, em cerimônias religiosas e no tratamento de doenças, devido ao seu efeito sedativo. Durante rituais, o efeito relaxante da kava kava era interpretado como uma espécie de transe.

Indicações de uso

Atualmente, a planta vem sendo muito utilizada nos casos de nervosismo, ansiedade e qualquer outro que envolva o sistema nervoso, como angústias, agitação, ansiedade e insônia. É considerada um ansiolítico natural e suas propriedades também servem como relaxante muscular, em casos de tensão.

Os efeitos ansiolíticos da kava kava vem sendo estudados e comparados aos medicamentos benzodiazepínicos, como o Valium, Lexotan, etc., só que a kava kava apresenta vantagens, já que não oferece efeitos colaterais como estes medicamentos, tais como sonolência e diminuição das atividades mentais.

Como é usada a kava kava?

São as partes das raízes e caule abaixo da terra que são utilizados para fazer extratos, bebidas, cápsulas, tabletes e soluções tópicas.

Contra-indicações

Apesar dos estudos garantirem as propriedades da planta quanto a essas aplicações, seu uso também tem contra-indicações, já que a planta, se usada de forma contínua ou em excesso, tem efeitos nocivos sobre o fígado, o que causa icterícia (“amarelão”), podendo ocasionar também a insuficiência hepática, o que pode até levar à morte. Além disso, a planta não pode ser utilizada por gestantes ou lactantes, nem por quem sofre com Mal de Parkinson, já que seu efeito nesses casos interagem com os medicamentos usados para o tratamento da doença. Também tem sido associada a casos de distonia, movimentos musculares involuntários ou espasmos musculares.

Por isso, o uso da kava kava deve ser indicado e controlado por médico e a venda apenas com receita, como qualquer outro ansiolítico. Os cuidados ao usar esse medicamento incluem aqueles tomados ao utilizarem-se outros medicamentos calmantes, tais como: não operar máquinas ou dirigir quando fizer uso da kava kava.