Os mitos e verdades sobre os poderes dos chás

Nem todo o conhecimento sobre chás que os mais velhos têm a partir de experiências…


Os mitos e verdades sobre os poderes dos chás

Imagem: Reprodução

Nem todo o conhecimento sobre chás que os mais velhos têm a partir de experiências pessoais está coerente. Pensando nisso, trouxemos alguns mitos e verdades acerca dos poderes dos chás para sanar as dúvidas.


Mitos

  • Boldo peludo ou falso boldo não é bom para o fígado. Os estudos apontam apenas seus benefícios como antiácido em casos de gastrite;
  • Café não é mais prejudicial que os chás. Essa bebida traz benefícios à saúde também, mas, assim como os chás, não deve ser consumida em excesso;
  • Chá não pode curar gripe! A doença viral não pode ser curada por medicamentos naturais, o que acontece é que alguns chás têm propriedades que ajudam a amenizar os sintomas;
  • Ingerir chás durante as refeições não é indicado, pois essa bebida poderá dificultar a absorção dos nutrientes pelo organismo. Prefira beber a infusão 30 minutos antes ou depois das refeições;
  • Tomar chá quente não ajuda a queimar gorduras. A temperatura da bebida nada intervém na queima de gorduras;
  • Não vale acreditar que os chás não fazem mal à saúde, afinal também possuem contraindicações. Quando ingeridos em excesso podem ter efeitos colaterais, portanto tome muito cuidado sempre.

Verdades

  • Existem chás que acabam com a insônia. É o caso da erva doce, camomila, maracujá e melissa, que ajudam a relaxar e melhorar a qualidade do sono;
  • Chás previnem doenças do coração. Algumas ervas possuem substâncias que protegem esse órgão, contudo só devem ser ingeridos até duas horas após o preparo para que tais benefícios sejam garantidos;
  • Chás podem ajudar a emagrecer sim! Mas não fazem milagres, portanto precisam ser acompanhados de dietas e exercícios físicos, afinal eles só potencializam a perda de peso;
  • Não se deve ingerir o mesmo chá por um período prolongado. Com o passar do tempo, o organismo vai cessar de reagir às substâncias da erva. O ideal é não ultrapassar o período de 30 dias tomando o mesmo chá;
  • As grávidas precisam tomar muito cuidado com os chás, pois algumas ervas têm poder abortivo. Sempre consulte um médico competente para que ele prescreva o tratamento adequado;
  • O chá de camomila é um calmante leve, porém a sua principal ação é antiespasmódica e anti-inflamatória;
  • O chá verde contém cafeína em sua composição e isso pode proporcionar insônia, por isso prefira bebê-lo pela manhã ou tarde.

Reportar erro