Óleo de rícino para os cabelos

A cada dia que passa cresce espantosamente o número de produtos que prometem ressaltar a…


A cada dia que passa cresce espantosamente o número de produtos que prometem ressaltar a beleza da mulher e esconder aquelas pequenas imperfeições das quais ninguém está livre. Ao mesmo tempo em que a diversidade é ótima e proporciona a liberdade de opção, muitas acabam caindo no erro de testar produtos seguidamente, além de submeterem os fios a constantes escovas progressivas, alisamentos, o calor excessivo de secador e chapinha, além de outras coisas que os danificam. Como se pode então utilizar um produto que realmente recupere os fios danificados? E como escolher um produto que mantenha o cabelo belo sem fragilizá-lo?

Resposta na natureza

Há milênios atrás, quando as mulheres não possuíam a variedade de produtos que encontramos hoje, elas utilizavam em seus cabelos algo muito natural: o óleo de rícino – ou mamona. Assim como todas as plantas, a mamona possui sua função na natureza, além de possuir diversas propriedades medicinais benéficas para o organismo humano que consome o óleo de rícino, sempre mediante acompanhamento médico.

Óleo de rícino para os cabelos

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

O óleo de rícino é antifúngico e antibacteriano, duas propriedades que protegem o couro cabeludo de sofrer agressões externas, como micoses, foliculites e infecções causadas por bactérias diversas.

Utilizá-lo nos cabelos causará em médio prazo os seguintes benefícios esperados:


  • Reduzirá a queda dos fios;
  • Fortalecerá o cabelo;
  • Estimulará seu crescimento;
  • Deixará os fios mais sedosos e saudáveis;
  • Propiciará hidratação profunda;
  • Reduzirá o ressecamento;
  • Eliminará progressivamente as pontas duplas;
  • Amenizará os efeitos maléficos causados por químicas, secadores e chapinhas.

É importante frisar que o óleo de rícino não é importante apenas para os cabelos, mas poderá ser utilizado também na pele e para a saúde em geral, podendo ocasionar nos seguintes benefícios:

  • Reduzir rugas e linhas de expressão;
  • Agir como antioxidante, retardando o envelhecimento;
  • Desintoxicar os poros;
  • Acalmar irritações na pele;
  • Reduzir e eliminar coceiras;
  • Proporcionar elasticidade à pele;
  • Hidratá-la profundamente;
  • Aliviar dores articulares;
  • Acalmar a região dos olhos;
  • Tratar infecções e inflamações;
  • Agir como laxante.

Como utilizar?

Óleo de rícino

Foto: Reprodução

Com um pincel próprio para fins capilares, ou mesmo com as pontas dos dedos, aplique o óleo de rícino no couro cabeludo, sempre massageando a área aplicada. Quando o couro já estiver úmido pelo óleo, procure estendê-lo para todo o comprimento dos fios. Coloque algumas gotas na palma da mão, espalhe bem e as aplique na região das pontas, que costumam ser as mais danificadas. Durma com o cabelo assim e, caso deseje, lave bem no dia seguinte. Repita o procedimento 3 vezes por semana.

Caso deseje utilizá-lo para fins medicinais internos, busque sempre auxílio e acompanhamento de um médico especialista de confiança.


Reportar erro