Não sabe como conservar azeite? Descubra aqui!

O contato com a luz, ar, calor ou até umidade pode reduzir a qualidade do azeite. Saiba como conservá-lo usando técnica caseira e simples


O azeite é um elemento versátil, pois tanto serve para cozinhar, como para elaborar medicamentos, produtos para pele, cabelo etc. Por ser um alimento rico em propriedades é bastante explorado, principalmente, na culinária.

Contudo, há uma certo trabalho em mantê-lo conservado por mais tempo, tendo em vista que o contato com a luz, ar, calor ou até umidade pode reduzir a qualidade do azeite.

Foi pensando nesta perspectiva que Luci Vieira Nunes criou uma técnica de conservação simples para o azeite. Esta dica está no livro “775 dicas para resolver os problemas do lar de A até Z”. No caso deste produto, a preservação dele é também a manutenção de suas propriedades que são importantíssimas para a saúde e estética do corpo.

Não sabe como conservar azeite? Descubra aqui!

Foto: depositphotos

Como conservar o azeite por mais tempo?

A técnica ensinada por Nunes é simples, basta colocar o azeite em uma garrafa escura. Em seguida, despejar algumas gotas de álcool na superfície do produto. Vale ressaltar que o álcool não vai se misturar com o azeite, mas vai criar uma barreira. Depois, basta vedar o recipiente corretamente, não deixando semiaberto.


Uma dica importante é que a garrafa que está com o conteúdo precisa ser mantida na vertical. Jamais posicione o recipiente na horizontal, pois caso contrário a técnica vai falhar.

Benefícios do azeite

Conservar o azeite por mais tempo é válido, pois resguarda as propriedades benéficas deste produto. Entre os tantos efeitos positivos à saúde e à estética, o azeite consegue prevenir doenças cardíacas, diabetes, câncer e a perda de memória.

Além disso, ajuda no crescimento do cabelo e tem função de hidratante na pele. Também pode ser aliada da pressão arterial, diminuindo-a.

Mesmo com todos estes benefícios, o azeite ainda protege o sistema digestivo, prevenindo a constipação; fortalece os ossos com o auxílio de dois polifenóis, o tirosol e hidroxitirosol; e facilita o combate das agressões nas plaquetas.


Reportar erro