Mito ou verdade: Beterraba serve para o combate da anemia?

A beterraba é uma raiz tuberosa que possui muitos nutrientes e proporciona vários benefícios à…


A beterraba é uma raiz tuberosa que possui muitos nutrientes e proporciona vários benefícios à nossa saúde. Algumas pessoas acreditam que o alimento auxilia no tratamento da ferropriva. Mas, será que isso é verdade ou apenas um mito criado e repassado de pessoa para pessoa?

A anemia ferropriva

A ferropriva (também denominada ferropênica ou sideropênica) é a anemia causada pela carência de ferro, uma carência nutricional bastante comum no Brasil, correspondendo a cerca de 90% dos casos de anemia diagnosticados.Neste tipo de anemia, a ingestão de ferro está abaixo do mínimo necessário para as atividades do organismo que necessitam de ferro, que é um dos principais constituintes da hemoglobina, responsável por transportar o oxigênio para os tecidos. Os grupos de risco para a ocorrência da ferropriva incluem as mulheres em idade fértil, crianças e gestantes. As causas mais comuns da anemia são as verminoses e a ingestão deficiente de ferro.

Beterraba NÃO é rica em ferro e NÃO combate a anemia!

Mito ou verdade: Beterraba serve para o combate da anemia?

Foto: Reprodução


Ao contrário do que muitos acreditam, a beterraba não é um alimento rico em ferro, por isso, a sua contribuição é pequena e ela não serve para combater a anemia. Confira os seguintes dados comparativos: uma xícara de beterraba ralada possui somente 0,8mg de ferro não-heme (forma do ferro  pouco absorvido pelo organismo), enquanto que um bife pequeno tem, em média, 7,5mg, e um bife de fígado contém, aproximadamente, 8,5mg de ferro heme (ferro bem absorvido pelo organismo). A beterraba é um excelente alimento com muitas propriedades benéficas à saúde, mas a sua ingestão não combate a anemia.

Alimentos com grande quantidade de ferro

Alguns dos alimentos que possuem grande quantidade de ferro de alta absorção são as carnes vermelhas, o fígado bovino, vísceras, carnes brancas, frutos do mar e ovos, além das leguminosas (feijão, soja, lentilha etc) e as verduras com folhas verde-escuras. É importante ressaltar que o ferro de origem animal é mais bem aproveitado que os de origem vegetal. Para melhorar a absorção de ferro de origem vegetal pelo organismo, também é indicado consumir alimentos ricos em vitamina C, como limão, acerola, tomate, abacaxi e laranja.


Reportar erro