Mão de Deus – Usos benéficos dessa planta

Por Nayla Georgia

Mão de Deus – Usos benéficos dessa planta

Imagem: Reprodução/TopTropicals

Conhecida cientificamente com o nome Tithonia diversifolia, a Mão de Deus é uma planta herbácea muito utilizada na medicina popular para vários tratamentos. Mesmo com origem na América Central, é possível encontrar essa planta em diversos países da Ásia, África e América do Sul. Em território brasileiro, a Mão de Deus também é chamada de minigirassol e margaridão.

Para que serve esta planta?

Estudos apontaram que a Mão de Deus tem propriedades terapêuticas para o combate à malária e ainda consegue ser antidiabética, podendo ainda tratar o tipo 2 dessa doença. É possível também que alguns extratos da planta ajam contra o HIV. Popularmente as pessoas usavam a planta herbácea para atenuar a síndrome de abstinência a drogas psicotrópicas – álcool e fumo – em dependentes químicos. Os pacientes que usam a planta dizem que, durante o tratamento, seus organismos se sentem enjoados ao pensar em utilizar o álcool. Muitos dos pacientes acompanhados com esse tratamento conseguiram deixar o vício. O chá da planta é também utilizado para tratar diarreias, dores de cabeça, malária, ascaridíase, febre e hepatite.

Usos terapêuticos da Mão de Deus ao redor das nações

Nativa da América Central, mais precisamente no México, a Mão de Deus é também utilizada em outras regiões do mundo com fins terapêuticos. No seu local de origem, os extratos das folhas são utilizados para tratar hematomas e ferimentos. Confira outros locais e seus usos:

  • Cuba: trata contusões a partir de folhas maceradas com álcool, substituindo a arnica;
  • Colômbia: trata espasmos e problemas no fígado a partir da decocção das folhas;
  • China: trata diabetes;
  • Congo: trata diarreias utilizando as folhas.

Como fazer o chá de Mão de Deus

Misture 2 colheres de sopa das folhas trituradas para cada litro de água e deixe cozinhar por 4 ou 5 minutos a partir do momento que levantar fervura. Retire do fogo quando já tiver cozinhado e deixe repousando com uma tampa por 10 minutos para que apure bem as propriedades da planta. Coe o chá e beba de 2 a 3 xícaras ao dia, geladas ou em temperatura ambiente.

Cuidado!

Todo tratamento, mesmo que natural, deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional. Algumas substâncias podem ter efeitos maléficos ao organismo de certas pessoas, principalmente as alérgicas a alguma das propriedades. Ao aparecer qualquer sintoma suspeito, corra para a emergência imediatamente e suspenda o uso do tratamento.