Jiló beneficia contra mau hálito e colesterol alto

O fruto tropical muitas vezes negligenciado por seu sabor extremamente amargo, o jiló, deveria fazer…


O fruto tropical muitas vezes negligenciado por seu sabor extremamente amargo, o jiló, deveria fazer mais parte do cardápio das pessoas, pois ele possui grandes benefícios à saúde.

Sua colheita é feita enquanto ainda está imaturo, verde. Quando já amadurecidos, ficam com coloração avermelhada, as sementes endurecem e já não servem mais para consumo. Tem origem provavelmente da África ou Índia, mas se adaptou bem ao Brasil quando chegou com a vinda dos escravos para trabalhar na lavoura de cana de açúcar em Pernambuco no século XVII. Em algumas regiões brasileiras, o fruto é conhecido por “jinjilo” e é principalmente cultivado nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Ainda no território brasileiro, existem vários tipos de jiló, entre eles o Morro Grande, que é o tipo de mais sabor amargo.

Jiló beneficia contra mau hálito e colesterol alto

Foto: Reprodução


Nutrientes presentes no jiló

É um fruto riquíssimo em vitaminas, sendo elas: A, C e mais algumas do complexo B. Além das vitaminas, o jiló possui cálcio, magnésio, ferro, fósforo etc. que ajudam no combate ao alto colesterol (O fruto possui elementos bioquímicos conhecidos como flavonoides, alcaloides e esteroides, que contribuem para a redução do colesterol ruim no sangue) e até mesmo o mau hálito nas pessoas. É antioxidante e contém muita água em sua composição, chegando a mais de 90%, além da baixa quantidade de calorias, com apenas 40 calorias em 100 gramas.

Benefícios

  • Reduz o colesterol ruim (LDL)
  • Aliado no tratamento de distúrbios no fígado e dispepsia biliar
  • Recomendado na prevenção da pelagra
  • Protege o sistema cardíaco
  • Combate o mau hálito
  • Auxilia na perda de peso
  • Provoca sensação de saciedade
  • Etc.

Para quem não gosta do gosto amargo do jiló, ficam algumas dicas

Triture

Transformar o jiló em uma farinha pode ser a saída para as pessoas que fogem do sabor amargoso da fruta. Esta farinha pode ser consumida em conjunto com vários outros alimentos e até mesmo em sucos, basta acrescentar duas colheres de sopa em alguma fruta ou num suco e tomar uma ou duas vezes por semana.

Refolgue

Outra opção para inibir o gosto do jiló é refolgá-lo com manteiga e azeite. Mas vale lembrar que é justamente o paladar amargo que a fruta possui que estimula a salivação, que é algo saudável e necessário.


Reportar erro