Jequitibá – Propriedades e benefícios

Por Camila Albuquerque

Jequitibá – Propriedades e Benefícios

Imagem: Reprodução

Conhecidos popularmente como congolo-de-porco, estopa, jecuíba, jequitibá-de-agulheiro, jequitibá-branco, jequitibá-cedro, jequitibá-grande, jequitibá-vermelho, pau-carga, pau-cixão ou sapucaia-de-apito, os Jequitibás são árvores de troncos de grandes dimensões, seja em comprimento ou em perímetro. São brasileiras e pertencem ao grupo Lecythidaceae, originalmente encontradas na região centro-sul do país, mais precisamente na Mata Atlântica. Os Jequitibás tem o rótulo de maiores árvores nativas do Brasil, pois elas podem atingir até 50 metros de altura – isso tudo com um tronco com diâmetro de até 2 metros! Esta árvore também é conhecida por ser a árvore-símbolo do estado de São Paulo – inclusive é no Parque Estadual do Vassununga, em Santa Rita do Passa Quatro que estão localizados alguns dos maiores jequitibás conhecidos, inclusive um que possui 3.000 anos, com 49 metros de altura e uma incrível circunferência de 16 metros.

As espécies de Jequitibá

Os Jequitibás podem ser divididos em seis tipos:

  • Cariniana legalis (também conhecido como Jequitibá-Rosa).
  • Cariniana estrellensis (também conhecido como Jequitibá-Branco ou apenas Jequitibá).
  • Cariniana rubra (também conhecido como Jequitibá-Vermelho).
  • Cariniana parvifolia (também conhecido como Jequitibá-Cravinho).
  • Cariniana ianeirensis (conhecido apenas como Jequitibá).
  • Couratari pyramidata.

Propriedades e benefícios do Jequitibá

Os Jequitibás possuem incríveis propriedades e benefícios para o ser humano, muitas vezes desconhecidos, já que para muitos o Jequitibá é apenas uma árvore comum. Suas propriedades mais conhecidas incluem:

  • Adstringente
  • Desinfetante
  • Esolutiva
  • Descongestionante
  • Laxante
  • Emética
  • Anti-inflamatória

Estas árvores oferecem benefícios para a boca e a garganta, principalmente (é indicada no combate a infecções na boca, inflamações na garganta, faringite, amigdalite, laringite, angina, afecções das mucosas, etc.), mas também são usadas conforme a tradição popular em problemas no útero e nos ovários, e no combate a irritação vaginal e a incômoda leucorreia.

Como usá-lo em chá, gargarejo ou lavagem

As partes usadas do Jequitibá se limitam às cascas, que são utilizadas na preparação de seu chá. O chá de Jequitibá é feito da seguinte maneira: Coloque de 3 a 4 pedaços da casca da árvore em um litro de água. Deixe cozinhar por mais ou menos 10 minutos após o momento em que se inicia a ebulição. Depois desse tempo, retire do fogo e deixe em repouso, tampado, por mais 10 minutos. Coe e ele estará pronto para o uso.

O uso do chá de Jequitibá não se limita apenas ao modo convencional (bebê-lo). Esse chá também pode ser usado em gargarejos (para amigdalite, aftas e inflamações na garganta) e em lavagens vaginais (para corrimento e outras doenças no útero e ovários).