Incrível planta é ao mesmo tempo laxante, tônica e purgativa. Conheça

Conheça as propriedades e os benefícios da barba de barata, planta que pode ser bastante tóxica se não consumida com acompanhamento


De nome curioso, a planta barba de barata ou asa de barata recebe o nome científico de Caesalpinia pulcherrima. Ela é uma árvore de pequeno porte que faz parte da família das leguminosas Fabaceae. A planta também leva os nomes de brio-de-estudante, árvore-da-ave-do-paraíso, chagueira, chagas-de-jesus, flor-do-paraíso, flor-de-pavão, flor-da-ave-do-paraíso, flamboianzinho, renda-de-ouro, poinciana-anã, vaio-de-estudante, orgulho-de-barbados.

Nativa da América Central, a barba-de-barata é de rápido crescimento e as suas folhas são recompostas com folíolos pequenos e permanentes. Sua copa tem um formato arredondado e pode atingir de três a quatro metros de altura. Suas flores são avermelhadas, alaranjadas ou amareladas (na variedade flava), dispostas em cachos paniculares, e a época de floração é entre setembro a abril. O fruto da barba de barata é do tipo legume, ou vagem, e a época de frutificação é entre maio e junho.

Benefícios da barba de barata

Conheça a incrível planta que ao mesmo tempo é laxante, tônica e purgativa

Foto: Reprodução/ Blog Fauna e Flora da Amazônia


Tendo os alcaloides como princípios ativos, a planta barba de barata atua como excitante, emenagoga, tônica e purgativa. Ela é uma poderosa laxante e que ainda atua no combate à febre. Pode ser usada no tratamento do catarro no pulmão e na angina tonsilar.

Importante

Embora possa ser usada no tratamento de certas condições, a barba de barata é considerada uma planta tóxica que representa perigo a quem consome sem orientação médica. Ela pode ter efeitos abortivos e o consumo de suas vagens ou sementes pode levar a dores intensas na barriga, gastrenterites, vômito, diarreia e até mesmo em alguns casos é possível ter distúrbios hidreletrolíticos.

Caso tenha consumido erroneamente a planta, busque imediatamente pronto socorro. Para acabar com os sintomas será necessário realizar o procedimento de lavagem gástrica, haverá administração de demulcentes e antiespasmódicos.


Reportar erro