Hidroterapia – Banhos para tratamento de doenças

Por Nayla Georgia

Hidroterapia

Conheça o poder terapêutico da hidroterapia | Imagem: Reprodução

A água pura ou misturada a outros elementos da Natureza podem trazer enormes benefícios à saúde. Os banhos podem ser de:

  • Acento
  • Imersão
  • Vapor
  • Inalação
  • Vital

Leia abaixo um pouco sobre esses banhos e como eles podem dar auxílio para a manutenção de uma vida saudável.

Banhos de acento

Tomados quentes ou frios, os banhos de acento são recomendados para o combate dos males do baixo ventre. Também atuam como laxante, descongestionando o intestino, favorecem a digestão, combatem a prisão de ventre, regularizam a circulação sanguínea, acalma o sistema nervoso e produzem um sono calmo.

Seu preparo é simples, basta encher a banheira e se sentar nela com água na altura dos rins por 20 minutos. Caso esteja usando água fria, os pés devem ser colocados em uma bacia de água quente, para que sejam mantidos aquecidos. Depois é só tomar uma ducha rápida de água fria para fechar os poros.

Os banhos de acento podem ser feitos com chás medicinais também.

Banho de imersão

É feito em banheiras, com água quente – para combater doenças artríticas e reumáticas - ou fria – para ativar a circulação, acalmar o sistema nervoso e baixar febres.

Na água quente deve durar 20 minutos e pode ser potencializado com chás medicinais. É interessante adicionar um pouco de sal grosso na água.

Já o banho na água fria deve ser rápido, com duração de no máximo 2 minutos.

Banho de vapor e inalação

Muito bons para depurar o sangue e para descongestionar as vias respiratórias, o banho de vapor e inalação combate dores de cabeça, sinusite e o catarro nos brônquios. Nestes casos, a aplicação do vapor deverá ser direcionada para a cabeça e tórax da pessoa, durando 20 minutos, intercalados a cada 5 minutos, com fricção de toalha molhada em água fria.

Para a inalação deve usar um caldeirão, panela de boca larga ou uma lata que possa ir ao fogo. Encha o recipiente com água e ervas medicinais, deixe ferver por alguns minutos e inale imediatamente o vapor que sai da fervura, abrigado por um cobertor. Por fim, faça uma fricção com toalha molhada em água fria para fechar os poros.

Atenção! Pessoas que sofrem do coração e com baixa pressão arterial não devem tomar banhos de vapor.

Banho Vital

Atua especificamente no sistema circulatório, nervoso, nos órgãos excretores e genitais. Regulariza a digestão, estimula os rins, o fígado, favorece a eliminação de toxinas pelo organismo e combate a insônia.

Para esse banho usa-se uma bacia apropriada e um pedaço de pano dobrado. Encha a bacia com água fria e dentro dela coloque um banquinho. Sente-se no banco, molhe o pano e vá massageando a genitália e a virilha até a altura do umbigo, fazendo um triangulo durante 20 minutos. Para os pés: coloque-os em outra bacia com água quente.