Hibisco e chá verde vão potencializar a sua perda de peso

Tomados separadamente ou de forma combinada, a verdade é que os dois chás são mais do que indicados para quem quer eliminar o peso extra


Difícil mesmo é encontrar alguma mulher que esteja 100% satisfeita com seu peso. Na maioria das vezes, sempre há alguns quilinhos que precisam ser eliminados. Para tanto, elas chegam a recorrer a tratamentos e dietas radicais para alcançar esse objetivo. Muitas vezes, as dietas são vistas até como irresponsáveis, o que pode trazer sérios danos à saúde.

Uma das formas mais eficazes de eliminar o excesso de peso com saúde é através da consulta médica. A partir do biotipo de cada pessoa e também de olho nas necessidades físicas, esse profissional vai prescrever a melhor dieta. Junto a isso, alguns elementos naturais também podem auxiliar nessa perda de peso, como é o caso do chá verde e do hibisco.

Tomados separadamente ou de forma combinada, a verdade é que os dois chás são mais do que indicados para quem quer eliminar o peso extra. Eles possuem propriedades medicinais que atuam direto na redução de gordura e na digestão, regularizando o intestino e ainda combatendo a retenção de líquidos, o que facilita o emagrecimento.

Hibisco e chá verde vão potencializar a sua perda de peso

Foto: depositphotos

Combinando os chás para a perda de peso

Se a pretensão é perder peso de forma saudável, a dica é combinar a ingestão desses dois tipos de chás. O chá verde promove a oxidação de gorduras e o chá de hibisco atua como digestivo e diurético. Mas, atenção! Apesar dos efeitos benéficos, o consumo das substâncias deve ser acompanhado pelo médico. Também é aconselhado que seja incorporada no seu dia-a-dia uma dieta equilibrada e uma rotina de atividades físicas.

Chá de hibisco

Hibisco e chá verde vão potencializar a sua perda de peso

Foto: depositphotos

Com coloração rosada e um sabor bem diferenciado, o chá de hibisco é conhecido por muitas pessoas pelas suas propriedades emagrecedoras. A planta faz tanto sucesso que é indicada inclusive por nutricionistas, nutrólogos e endocrinologistas. O hibisco é conhecido também como rosa-da-china, mimo-de-vênus, flor-de-graxa, graxa-de-estudante e goela-de-leão.

O chá, que é preparado a partir da utilização das flores da planta, contém ação diurética, que ajuda a eliminar a retenção de líquido e combate o acúmulo de gorduras, principalmente as concentradas na barriga e nos quadris. Isso só é possível graças a ação do chá, que trabalha direto na redução das células que acumulam gordura no corpo, o que favorece a perda de peso.


Apesar dos muitos benefícios, o chá de hibisco não pode ser consumido em excesso, pois ele pode acabar eliminando nutrientes essenciais para a saúde, devido ao efeito diurético. Mulheres grávidas e lactantes não devem consumir o chá, pois pode oferecer riscos na estruturação dos genes do bebê. Pacientes com pressão baixa também devem ficar longe do hibisco, já que ele reduz a pressão arterial.

Preparando o chá de hibisco

O chá de hibisco pode ser preparado com 200 ml de água filtrada e uma colher de chá das flores secas da planta. Em um recipiente, coloque a água e ferva, logo em seguida adicione o hibisco e desligue o fogo. Deixe o chá descansar por cerca de 10 minutos. Em seguida, coe e consuma morno, frio ou até mesmo gelado.

Chá verde

Hibisco e chá verde vão potencializar a sua perda de peso

Foto: depositphotos

O chá verde é uma das infusões mais consumidas no mundo. Isso é justificado pelos muitos efeitos benéficos a saúde que ele pode apresentar. Na sua composição é possível encontrar antioxidantes, minerais, cafeína e vasodilatadores. Por esses motivos ele pode ser usado no tratamento e combate de várias doenças, além de atuar na perda de peso.

Essas características fazem com que ele possa ser usado como estimulante intestinal, como redutor do colesterol ruim, acelerador do metabolismo, estimulante do bem-estar, protetor do coração, anti-envelhecimento, além de auxiliar na digestão, prevenir o aparecimento de diabetes e hipertensão, câncer e doença de Alzheimer e Parkinson.

A julgar pela quantidade de benefícios que o chá verde pode trazer para a saúde, consumi-lo em excesso deve ser uma prática banida do dia-a-dia de qualquer pessoa. Isso porque ele pode trazer efeitos colaterais como palpitações cardíacas, tontura, insônia e o aumento da irritabilidade. Pessoas com hipertensão e problemas estomacais, como úlcera gástrica e gastrite, também devem evitar a bebida. Quanto às mulheres grávidas ou lactantes devem perguntar ao seu médico se podem ou não beber o chá.

Preparando o chá verde

Para preparar o chá verde você vai precisar de 200 ml de água filtrada e uma colher de sopa da folha de chá verde seca. O primeiro passo é colocar a água para ferver. Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente a erva. Permaneça com o recipiente tampado por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para remover a erva e a bebida está pronta para ser ingerida. O ideal é tomar de três a quatro xícaras diárias.


Informar erro