Folha-da-fortuna – Benefícios, propriedades e indicações

A planta folha-da-fortuna – cujo nome científico é Kalanchoe pinnata – pode chegar a medir…


A planta folha-da-fortuna – cujo nome científico é Kalanchoe pinnata – pode chegar a medir até 1,5 m de altura, possui um caule de cor clara e os demais em tons avermelhados, e suas flores são tubulosas e hermafroditas, entre amarelo avermelhadas ou verde pálidas. Popularmente pode ser conhecida também como erva da costa, flores da fortuna, folha grossa, folha da costa, folha da vida, para tudo, sempre viva, planta do amor, amor verde, saião, roda da fortuna, corirama branca, coirama, coirama brava, entre outros nomes populares. Pertence a família Crassulaceae e tem ganhado espaço por possuir propriedades medicinais que podem beneficiar o organismo que a consome.

Folha-da-fortuna

Foto: Reprodução

Princípios ativos e propriedades

Em sua composição é possível encontrar os seguintes princípios ativos: sais minerais, mucilagens, taninos, glicosídios, alcaloides, flavonoides, esteroides, triterpenos, lipídios e ácidos gástricos. As principais propriedades da planta folha-da-fortuna são: anti-inflamatórias, antifúngicas, antiviral, antimicrobiano, emolientes e cicatrizantes.

Benefícios e indicações

Os benefícios advindos pelo consumo da planta folha-da-fortuna são muitos, entre eles estão o alívio de coqueluche, bronquite, asma e diversas infecções do trato respiratório; uso externo para tratamento de queimaduras, dermatoses, contusões, cortes, dermatites e furúnculos; acnes, espinhas, calos e catapora; coceiras sem motivo aparente; azia, gastrite, úlcera e desconfortos estomacais ou abdominais; dores de cabeça e enxaqueca; disenteria e diarreia; cólicas e distúrbios menstruais; equilibrar o diabetes; eliminar ou reduzir cálculos renais; inflamações em geral; febre; hematomas internos e ossos quebrados; epilepsia; dores de dente e de ouvido; infecções oculares e conjuntivite; flatulência e gases; distúrbios linfáticos; artrite; linfomas; uretrites; insuficiência renal ou pedra nos rins; prisão de ventre; pé de atleta; tosses intermitentes; tuberculose, gripes e resfriados; nervosismo, ansiedade e depressão; nefrites; náuseas e muitas outras indicações.


Contraindicações

Por ser considerada uma estimulante uterina, o consumo da planta folha-da-fortuna é contraindicado para mulheres em fase de gestação e lactação, prevenindo-se de colocar o feto ou bebê já nascido em qualquer tipo de risco.

Como preparar?

No caso de males internos, deve-se consumir o suco da folha-da-fortuna. Para prepará-lo leve ao liquidificador 1 folha juntamente com 1 xícara de chá de água filtrada. Após estar bem batido, coe e beba o equivalente à 1 xícara. Repita o procedimento, tomando o suco de folha-da-fortuna duas vezes ao dia, preferencialmente entre as refeições.

No caso de males externos, como hematomas e feridas, simplesmente aqueça a folha da planta e a use como cataplasma, colocando-a sobre o local afetado.


Reportar erro