Falso unicórnio – Benefícios e propriedades

O falso unicórnio, de nome científico Chamaelirium luteum, é uma planta que cresce no estado…


O falso unicórnio, de nome científico Chamaelirium luteum, é uma planta que cresce no estado americano do Mississipi e nos estados do Sul dos Estados Unidos. Utilizada pelas mulheres nativas norte-americanas, a erva se tornou popular no século XIX graças aos médicos que eram formados em fitoterapia e na medicina convencional.

Embora não tenha sido suficientemente estudado, o falso unicórnio é tido como um remédio natural bastante eficaz para combater problemas ginecológicos, sobretudo os que afetam os ovários e o útero.

Falso unicórnio – Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Confira a seguir as propriedades, os benefícios e as indicações de uso desta planta:

Propriedades e benefícios do falso unicórnio

A maior parte dos princípios ativos do falso unicórnio está em suas raízes e, historicamente, o uso da planta está baseado na tradição dos nativos norte-americanos que a recomendavam para um amplo número de doenças da mulher, incluindo a falta de menstruação, menstruação dolorida e demais irregularidades da menstruação, assim como na prevenção do aborto. Além disso, também era um remédio útil para os enjoos matutinos.


As propriedades do falso unicórnio incluem a sua ação estrogênica e tônico uterino. Os benefícios proporcionados pela raiz da planta se devem, em geral, à ação dos seus componentes ativos, como as saponinas esteroidais.

As principais indicações de aplicação do falso unicórnio são cistos nos ovários, desequilíbrios hormonais, baixa fertilidade e sintomas da menopausa.

Como se utiliza o falso unicórnio?

De modo geral, a raiz do falso unicórnio é utilizado como tintura em uma quantidade de 2 a 4 ml por dia. Na maioria das vezes, esta erva é usada numa combinação com outras ervas que beneficiam os órgãos reprodutivos femininos.

Contraindicações e precauções

Como já foi dito, embora o falso unicórnio seja historicamente utilizado para tratar problemas ginecológicos, ainda não existem estudos científicos acerca das aplicações médicas desta erva. Também não foram encontrados relatos de efeitos adversos com o uso da planta, mas, assim como qualquer outro medicamento, inclusive o natural, lembre-se que é necessário consultar um especialista antes de iniciar o tratamento.

O falso unicórnio só deve ser utilizado por mulheres no período da gravidez caso seja recomendado por um médico ou fitoterapeuta.


Reportar erro