Emocional abalado? Crise interior? 5 dicas para você resolver isso

Não deixe com que a crise afete o seu relacionamento pessoal, no trabalho ou em família. Procure focar nas suas metas


O entendimento do que vem a ser uma situação de crise depende muito do ponto de vista que está sendo observado. A crise financeira é um dos problemas que mais afeta os brasileiros, por exemplo. Esta, porém, pode ser causada por variados fatores. Atualmente, o desemprego é apontado como a razão mais latente. Só para se ter uma ideia, no Brasil, são mais de 12 milhões de desempregados.

Nos casos que estão relacionados a essa natureza, a autoestima é a parte mais afetada. Isso pode interferir diretamente no relacionamento familiar, entre amigos e no âmbito profissional. Dessa forma, a avaliação que se pode fazer é que, quanto mais comprometido o equilíbrio emocional, mais difícil voltar ao mercado de trabalho, tudo baseado nas dificuldades que aparecem.

Para que a crise não afete o seu dia-a-dia e o relacionamento com as outras pessoas, Marcos Roberto Alves, que é diretor de uma plataforma digital de desenvolvimento pessoal e profissional, passa algumas dicas. Antes de tudo, o primordial é que você procure segui-las. Isso vai fazer com que você enxergue a crise com outra visão e consiga sair dessa situação.

Emocional abalado? Crise interior?  5 dicas para você resolver isso

Foto: depositphotos

Como lidar com a crise

Busque seu propósito

Aproveite o tempo livre para pensar: o que te faz feliz? O que realmente gostaria de fazer? Parece um contrassenso pensar nestes questionamentos em tempos de crise, mas um objetivo mais próximo do seu propósito de vida é, muitas vezes, mais fácil de conseguir. Quando você tem um propósito, existe um motivo real para levantar da cama e correr atrás dos seus objetivos.


Acredite

Uma das bases principais que se deve levar em consideração na busca pelo sucesso na vida, seja pessoal ou profissional, é a felicidade. Além do mais, a convicção de que tudo vai dar certo no final também é relevante na caminhada. Trace metas possíveis de serem alcançadas e procure levar em consideração o tempo médio que vai levar até que você obtenha o resultado das mesmas.

Movimente-se

Procure estar sempre em movimento e em busca de atividades que te façam bem. Há muitos cursos gratuitos que, além de manter a sua cabeça ocupada, vão aprimorar os seus conhecimentos e, consequentemente, o seu currículo. Invista mais em você, já que esse tipo de investimento nunca será perdido.

Procure orientação

Traçar uma trajetória nem sempre é tarefa fácil e você precisa de ajuda profissional, mas vem a questão: não tenho dinheiro para orientação ‑ às vezes bastante onerosa. O mercado oferece uma série de soluções para esse caso, sobretudo acessíveis. Faça uma pesquisa prévia e procure ajuda dos amigos. Outra coisa que pode ajudar muito é a leitura de temas voltados para o assunto.

Faça exercícios

Exercícios físicos reduzem o stress, aumentam a endorfina e a autoestima. Se exercite, cuide da sua saúde e esteja preparado para a retomada da sua carreira. E quando voltar a trabalhar, não deixe de lado a vida saudável. Além de fazer bem para o corpo, vai mantendo a sua cabeça ocupada e longe de toda a tensão causada pela situação de crise.


Informar erro