Eczema e psoríase: confira remédios caseiros indicados

O que são? As duas afecções podem ser localizadas ou disseminadas, mas a psoríase é…


O que são?

As duas afecções podem ser localizadas ou disseminadas, mas a psoríase é uma inflamação em que o processo de renovação celular é acelerado, o eczema, por sua vez, é relacionado à predisposição à asma ou à rinite alérgica.

Eczema

O eczema ou dermatite atópica é uma doença que normalmente afeta dobras de joelhos e cotovelos, e o rosto, mas pode acontecer na maior parte do corpo ocasionando coceira e inflamação na pele. Normalmente, ocorre em quem tem tendência, podendo desenvolver entre uma e três condições estritamente ligadas que são dermatite atópica, asma e rinite alérgica.

Trata-se de uma doença não contagiosa que aparece quando a pele entra em contato com substâncias irritantes, água por períodos prolongados sem aplicação posterior de hidratante ou ainda quando há mudanças sazonais ou de umidade. A pele seca, descamação e coceira, além de vermelhidão são alguns sintomas.

Farinha de aveia é um dos ingredientes recomendados para tratar eczema e psoríase

Foto: Reprodução/ internet

Psoríase

A doença é muito comum e tem tendência genética: cerca de dois terços da população sofrem dessa complicação. Trata-se de uma inflamação em que as células movem-se rápido demais, acelerando o processo de renovação e produção celular, além da passagem das células da camada mais profunda para a mais superficial, o que normalmente leva um mês, passa a ocorrer em apenas alguns dias. Manchas de pele grossa, vermelha e com escamas esbranquiçadas, que podem coçar, são os sintomas da doença, a qual ainda não foi descoberto um método de cura.

Tratamentos

É recomendado o consumo de água em quantidade considerável, além de algumas opções que auxiliam no tratamento. Confira abaixo:


– Farinha de aveia

Em um recipiente, adicione duas colheres de sopa com farinha de aveia e um pouco de água fria. Dissolva e acrescente água quente até que o banho fique morno. Coloque a parte afetada pela doença de molho nessa mistura até a pele enrugar – etapa em que a pele adquire o máximo de umidade. Depois disso, basta aplicar creme hidratante na região.

– Aloe vera (babosa)

Aplique na pele o gel extraído da folha de babosa com regularidade no local afetado.

– Azeite

O azeite pode ser usado tanto ingerido quanto aplicado externamente, pois possui propriedades emolientes que ajudam a manter a pele que está seca mais flexível e menos propensa a danos. Com isso, seus antioxidantes também auxiliam no crescimento normal da pele.

Massageie o óleo na pele limpa depois de um banho quente, mas não aplique mais do que a sua pele pode absorver. Massageie por aproximadamente cinco minutos.


Reportar erro