Cure a laringite com remédios feitos em casa

A doença que afeta a laringe, chamada de laringite, pode ocorrer de duas formas: aguda e crônica. Para ajudar no tratamento, algumas ervas são indicadas.


Abaixo da região da boca, no interior da garganta, está localizada a laringe. Um dos órgãos responsáveis pelo trato respiratório e que auxilia o ser humano no ato da fala. Quando essa parte é afetada por agentes virais, bacterianos ou por alguma irritação, surge então uma doença chamada laringite, esta que pode ocorrer de dois tipos: aguda ou crônica.

Essa doença requer cuidado redobrado, uma vez que a mesma prejudica um órgão responsável pela respiração e fala. Ao sentir o sintoma desse tipo de problema, o paciente deve procurar um médico imediatamente. Entretanto, para tratar de casos mais leves, remédios caseiros podem ser preparados e ingeridos.

Afinal, o que é a laringite?

Doença que ataca a laringe, a laringite pode ser causada por um vírus, bactéria ou por alguma irritação decorrente de alergias ou ambientes poluídos e frios. Pode ser classificada como aguda – quando surge sem causa aparente – e, assim,  mais violenta, porém, sua cura se dá de forma mais rápida. Há ainda o tipo crônico, este quando ocorre a demora do aparecimento dos sintomas. Apesar de parecer simples, a laringite se não tratada pode causar asfixia no portador da doença.

Laringite ataca a laringe e pode ser causada por vírus, bactéria ou irritação alérgica

Foto: Reprodução/ internet

Causas

Por meio da via oral, pessoas já doentes podem transmitir a laringite para outras, através do contato direto com as gotículas de espirros ou tosses de pacientes já infectados. Doenças como resfriados, gripes ou doenças respiratórias podem contribuir para o surgimento da laringite. O contato com elementos irritativos, como fumaça, álcool, poeira, ou com temperaturas muito secas e frias também pode colaborar com a doença.

Sintomas

Os sintomas da laringite são idênticos em ambos os tipos de aparecimento da doença, a diferença se dá na duração e evolução do problema, uma vez que a do tipo aguda é mais rápida e violenta, enquanto que a crônica vai evolui gradativamente.

Entretanto, no geral, os sintomas começam com a mudança de voz, deixando a fala um pouco rouca, seguida de tosse seca, a famosa “tosse de cachorro”, além de dor de garganta e dificuldade para engolir

Em casos mais graves, a respiração é dificultada, a pele chega a ficar com um tom azulado,  ocorre a chamada hipersalivação, situação em que há uma abundância de saliva, e, no de crianças, essas ficam incapazes de chorar.


Tratamentos

Existem várias formas de tratamento da doença, tanto à base de antibióticos como também a partir do uso de chás e de outros elementos de fácil acesso.

Xarope de cebola

Para desinflamar a laringe, um elemento eficaz é a cebola, que atua como um expectorante natural. Nesta receita, é necessário cortar de três a quatro cebolas médias e fervê-las em uma solução de quatro copos de água. Só desligue o fogo quando o líquido adquirir a consistência de um xarope.

Espere esfriar e, dentro de um copo com água morna, adicione cinco colheres do xarope já feito. Para ter mais êxito, misture também uma colher de sopa de mel e algumas gotas de limão. Aproveite para beber sem pressa e experimente tomar mais de uma vez ao dia.

Gengibre

A raiz do gengibre é garantia de calmaria para as membranas inflamadas da laringe. Você pode tentar chupar alguns pedaços de gengibre fresco ou então fervê-lo em uma panela com água por 10 minutos. Coe para poder tomá-lo e se preferir adicione uma pequena quantia de suco de limão e pode também adoçá-lo com mel.

Mel

O mel tem propriedades benéficas que auxiliam na luta contra a laringite. O mesmo pode ser tomado junto com pimenta caiena, misturado ao suco de limão ou simplesmente sozinho. Os agentes dessa mistura vão diminuir a irritação da garganta e reduzir a inflamação.

Ao ingeri-lo só, você pode repetir a dose de uma colher de sopa várias vezes ao dia. Se for preferível, um chá pode ser composto com duas colheres de chá de mel e o suco proveniente da metade de um limão. Ambos devem ser misturados a uma xícara de água quente e em seguida ingerido.

Você também pode adicionar um recipiente de mel, uma pitada de pimenta caiena. Assim, você poderá beber o remédio natural uma ou duas vezes por dia.

Óleo de eucalipto

Tem o poder de aliviar a dor de gargante, pois sua composição é antiviral e antibacteriana. Sem precisar ingerir, é possível apenas preparar um chá adicionando gotas de óleo de eucalipto em uma grande bacia de água fervente. Após fervido, basta apenas inalar o vapor da solução. Se preferir, existem pastilhas e xaropes que contém o óleo de eucalipto e que produzem o mesmo efeito da inalação.


Reportar erro