Conheça as propriedades da erva Gervão

Por Anna de Cássia

Gervão

Imagem: Reprodução

Dona de vários outros nomes e apelidos como gervão-roxo, erva-gervão, vassourinha de botão e origão, esta planta é originária do Brasil, pode chegar até os 80 centímetros de altura e costuma crescer espontaneamente em pastagens e terrenos baldios. Suas folhas e flores são muito usadas como ervas medicinais e podem nos apresentar inúmeros benefícios à saúde.

A erva-gervão na medicina alternativa

  • Perfeita para o tratamento de problemas gastrointestinais (especialmente no fígado);
  • Bastante utilizada também em problemas renais;
  • Apresenta propriedades tônicas, diuréticas e também febrífugas;
  • Muito boa no combate à amebíase;
  • Suas propriedades ajudam a aliviar os sintomas da bronquite;
  • Em casos de cefaleia ela pode provar-se eficiente;
  • Com propriedades calmantes, a erva é bem eficaz no tratamento de distúrbios nervosos;
  • Ótima em casos de contusões;
  • Usado externamente, ele pode cicatrizar feridas e furúnculos;
  • Ajuda bastante no tratamento da hepatite (dos tipos mais fracos);
  • Em casos como inchaço no baço o gervão também pode mostrar-se bem eficiente;
  • Ótima para o tratamento de resfriados e alguns de seus sintomas, como a rouquidão.
  • Ajuda também nas prisões de ventre, fazendo o intestino funcionar melhor;
  • Ajuda a controlar alguns sintomas do vitiligo;
  • Seu consumo pode evitar o aparecimento de tumores.
  • A erva-gervão também pode ser usada em outros casos, como eczema, erisipela e debilidades orgânicas.

A erva-gervão na cultura afro-brasileira

Nas casas de Jejê-Nagô o gervão ganha outro nome, Ewé ìgbolé, e nos rituais religiosos ele é considerado como folha sagrada. É bastante utilizado no preparado do abô, e depois é consagrado ao orixá Obaluaye. A planta também pode ser usada em receitas consideradas “para tratar corpo contraído”. Religiões como o Candomblé e a Umbanda costumam associar o gervão aos orixás Nanã e Xangô.

Como fazer o seu chá

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de erva-gervão;
  • ½ litro de água.

Modo de preparo:

  1. Coloque em uma chaleira ½ litro de água e acrescente 2 colheres de sopa bem cheias e erva-gervão;
  2. Leve ao fogo e deixe a mistura ferver;
  3. Assim que alcançar fervura, desligue o fogo;
  4. Abafe e aguarde 10 minutos para poder coar;
  5. Em seguida é só beber;
  6. O indicado é que se beba apenas 2 ou 3 xícaras do chá por dia.

Como utilizá-lo externamente

Basta amassar as folhas e as raízes (secas) da planta, até formar um cataplasma. Depois é só aplicar sob as partes lesionadas da pele. Vale para contusões, feridas, machucados e até furúnculos.