Conheça as aplicações atuais na medicina para o azeite de oliva

Considerado inimigo das inflamações, gorduras, diabetes e de cálculos biliares, o azeite é um produto que cuida da saúde e da beleza, ao mesmo tempo


Vez ou outra escutamos que o azeite de oliva é um produto saudável e que a sua utilização diária é benéfica à saúde. Mas, você sabe exatamente quais são as propriedades encontradas neste produto? Ou melhor, sabe quais os efeitos benéficos que este item consegue promover no organismo humano? Pois as respostas para estas questões podem ser encontradas neste artigo, acompanhe.

Utilização do azeite para promover saúde

Conheça as aplicações atuais na medicina para o azeite de oliva

Foto: Depositphotos

Anti-inflamatório natural

Em 2007 foi realizado um estudo na Inglaterra que demonstrava o poder que o azeite de oliva tinha sobre uma proteína inflamatória chamada de NFKapaB. Este elemento quando está presente no organismo humano é capaz de desenvolver diversas doenças degenerativas. Contudo, como o azeite de oliva é rico em ácidos oleico (ômega 9), linoleico (ômega 6) e linolênico (ômega 3), é um produto que possui o efeito anti-inflamatório no organismo.


Protege o indivíduo contra a diabetes

A medicina está sempre realizando pesquisas para atualizar dados e evidências, tudo isso em uma tentativa de conseguir respostas satisfatórias para problemas sérios de saúde. Um exemplo disso, é a incessante busca por informações sobre a diabetes. Desta forma, a Associação Americana de Diabetes publicou um estudo no Diabetes Care afirmando que o azeite de oliva consegue reduzir o acúmulo de gordura, ao mesmo tempo que diminui os níveis de açúcar do sangue. Portanto, o seu uso favorece os pacientes portadores de diabetes tipo 2.

Remove cálculos da vesícula biliar

Todos os nutrientes que estão presentes na composição do azeite de oliva fazem deste produto um aliado da vesícula biliar, tendo em vista que o consumo equilibrado deste item é suficientemente capaz de eliminar os cálculos desta região. Para tanto, é necessário tomar em jejum uma mistura feita com azeite de oliva e suco de limão. Sendo assim, basta colocar duas colheres (de sopa) de cada ingrediente em uma batedeira e após emulsificar, tomar até quatro vezes por dia, uma em jejum e as outras três distribuídas entre as refeições.

Excelente redutor de gordura abdominal

Enquanto os povos do Mediterrâneo colocam o azeite de oliva como um dos principais itens da alimentação diária, outras regiões do Planeta não consomem este produto com tamanha constância. Como resultado destes hábitos distintos, tem-se os primeiros indivíduos com pouco acúmulo de gordura na região abdominal e, consequentemente, as demais populações com excesso de gordura na circunferência do abdômen. Em outras palavras, o azeite de oliva é capaz de impedir a formação da temida barriguinha.


Reportar erro