Conheça a alquimia dos alimentos e os benefícios para o corpo

A Alquimia da Mãe Terra, do Sol e de Deus é uma classe de elementos ainda não identificados pela ciência, mas que existem e é poderosa para o organismo


Apesar de não serem os preferidos nos pratos das pessoas, os vegetais são alguns dos alimentos mais benéficos e disponíveis para o consumo humano. Quando são ingeridos crus e frescos ofertam ao organismo um leque de nutrientes, como proteínas, gorduras e carboidratos.

De acordo com a bacharel em Química Conceição Trucom, estes elementos nutritivos compõem 10% de cada item do reino vegetal chamada de parte física. Já os outros 90%, segundo a estudiosa, são a parte alquímica.

No livro “Alimentação desintoxicante para ativar o sistema imunológico”, de Trucom, a autora explica como funciona a assimilação do corpo com relação aos produtos de origem vegetal e suas particularidades. Neste aspecto pode-se incluir raízes, folhas, frutas, legumes e germinados. Ainda segundo a bacharel, quanto maior a desintoxicação, maior é a assimilação. E, consequentemente, mais benéfico é para o organismo após o consumo do alimento vegetal cru e vivo.

Conheça a alquimia dos alimentos e os benefícios para o corpo

Foto: depositphotos


A alquimia dos alimentos

Classificada por Trucom, a Alquimia da Mãe Terra, do Sol e de Deus é uma classe de elementos ainda não identificada pela ciência, mas que existe e age com poder no organismo. “É a que nos permite sintonizar, vibrar em sintonia”, conta a autora com o intuito de explicar a transformação produzida no corpo após a ingestão de alimentos vivos.

“Quando consumidos crus e frescos, [os alimentos] fornecem ao organismo ainda sua água estruturada com informações de limpeza, nutrição e vitalização”, afirma Trucom. E completa, “nesse momento, sentimos amor, gratidão. Somos todos Um”, fazendo uma ligação entre o consumidor, os alimentos e as virtudes que estes conseguem retirar da terra, do sol e de Deus.

Como o corpo reage a intoxicação?

Dependendo do grau de intoxicação no organismo, o nível de assimilação de nutrientes pode variar. De modo consequente, o corpo vai agir de maneira correspondente. Nesta mesma obra, Trucom traz exemplos de como o organismo reage a estas variações. Por exemplo, quando a intoxicação está elevada, o indivíduo só conseguem assimilar, no máximo, 7% do conteúdo energético e nutricional do alimento. Então, mesmo após o consumo, ainda sente fraqueza e fome.

Todavia, quando há uma baixa intoxicação, o corpo consegue assimilar quase que 100% dos nutrientes ofertados pelos alimentos e consegue se sentir com mais lucidez, amparo e vitalidade. Já quando o indivíduo está totalmente desintoxicado, o organismo apropria-se completamente do conteúdo do vegetal e, segundo a autora, alcança “amor, gratidão, iluminação”. Sendo esta uma maneira lúdica de indicar um forte potencial nutricional e energético.


Informar erro