Conheça a planta que pode matar uma pessoa em 15 minutos

A Dieffenbachia picta é popularmente conhecida no Brasil por “comigo-ninguém-pode”. Ela é bastante usada para decorar ambientes


As plantas servem como instrumento de cura para muitas doenças, podem ser usadas para embelezar os ambientes e até com propósitos de engajamento comum. Porém, o que pouco se comenta em relação a elas é a respeito dos malefícios que algumas espécies podem trazer para a saúde.

Quando se fala em problemas relacionados a saúde, não entenda como aqueles que vêm da ingestão excessiva em receitas de chás ou outro uso medicinal.

Nesse caso o que está sendo levantado é o poder tóxico delas. Existe uma espécie, por exemplo, que pode ocasionar a morte de uma pessoa em poucos minutos.

conheca-a-planta-que-pode-matar-uma-pessoa-em-15-minutos

Foto: depositphotos

A espécie em questão é a Dieffenbachia picta, popularmente conhecida no Brasil por “comigo-ninguém-pode”. Ela é uma espécie nativa da América Central e América do Sul. Costumeiramente, ela pode ser vista na área interna das casas e consultórios. A sabedoria popular diz que ela afasta as energias negativas.

Perigos da planta

A comigo-ninguém-pode é uma planta que apresenta muitas toxinas maléficas para o corpo. Isso ocorre devido a presença de cristais de oxalato de cálcio, que assumem formato de ráfides e drusas. Em contato com o corpo, a substância provoca irritação à mucosa.


Além desses cristais, as outras substâncias que dão carácter tóxico à planta, podem ser destacadas as saponinas, glicosídeos cianogênicos e alcaloides.

Em contato com a pele, a planta pode causar dermatites, queimaduras e o surgimento de bolhas. Já se o problema estiver ligado aos olhos, os sintomas desencadeados pela planta são: lesões a córnea, reações de dor, inchaço, sensibilidade à luz, conjuntivites, lacrimejamento, espasmos nas pálpebras e lesões permanentes.

Um dos problemas mais comuns vem da ingestão de alguma parte da planta. Isso pode acarretar em dor, inchaço na língua, salivação excessiva, dificuldade para deglutir, sangramento gastrointestinal, vômitos, diarreias e cólicas. Outro problema é à obstrução do sistema respiratório, o que vem acompanhado a dificuldade para respirar e, algumas vezes, a morte.

Ao ter contato com qualquer parte da planta ou identificar alguém que o tenha tido, o primeira providência que deve ser tomada é encaminhar o paciente a um posto de saúde. Por lá, o paciente passará por tratamento a fim de aliviar os sintomas desencadeados pela toxina da planta.

Incidência

Devido a vulnerabilidade, alguns dos casos mais identificados de intoxicação a partir do comigo-ninguém-pode vem entre as crianças, sobretudo as menores de cinco anos de idade. Além do mais, os adultos também podem ser vitimados. Por isso é sempre importante que você tenha alguns cuidados ao utilizar esse tipo de planta.


Reportar erro