Como proteger sua casa do mosquito da dengue enquanto você estiver viajando

Na água parada, a fêmea deposita seus ovos, que demoram entre cinco e 10 dias para se tornarem mosquitos adultos. Veja como deixar a casa segura desse problema nas férias


O mosquito Aedes aegypti, popularmente conhecido como mosquito da dengue, é responsável pela transmissão não só dessa doença, mas também da febre amarela e de outros dois problemas de saúde que têm afetado milhares de pessoas no Brasil: a febre chikungunya e a zika. Todas essas enfermidades podem afetar qualquer indivíduo, independente da idade ou sexo. Por isso, para evitar que essas doenças atormentem sua família, busque tomar atitudes preventivas contra o mosquito.

E quando as férias chegam, o que fazer? Antes de viajar e deixar a casa sozinha, é preciso tomar algumas atitudes para evitar o desenvolvimento do mosquito. Afinal, as doenças transmitidas pelo o Aedes são sérias, principalmente quando atingem crianças, idosos ou grávidas.

Como o mosquito se desenvolve?

Água parada é o foco do Aedes aegyptiNela, a fêmea deposita seus ovos, que demoram entre cinco e 10 dias para se tornarem mosquitos adultos prontos para picarem e transmitirem doenças. Portanto, é bem provável que, se você não tomar as medidas cabíveis antes de viajar, ao retornar para casa, existam vários insetos com a capacidade de infectar a todos.

Como proteger sua casa do mosquito da dengue enquanto você estiver viajando

Foto: Pixabay


Medidas preventivas

Atenção para os recipientes de bebidas

É preciso ter bastante cuidado ao decidir o fim destes recipientes. O ideal é levá-los diretamente para reciclagem, mas, caso isso não seja possível, ao menos esvazie as garrafas e guarde-as de cabeça para baixo, de preferência em um local coberto.

Cuidados com o destino das embalagens

Uma regra básica pode facilitar a vida das pessoas e ainda evitar o desenvolvimento do mosquito da dengue, isto é, jogar o lixo no lixo. As embalagens de produtos ou de presentes, se descartadas de forma inadequada, podem ser potenciais focos do Aedes. Por exemplo, uma sacola que é arremessada no quintal, pode acumular água de chuva e ser um local ideal para o mosquito depositar seus ovos. Portanto, o que for lixo coloque na lixeira, já o que der para reutilizar, armazene em um local apropriado.

Responsabilidade com o lixo

Antes de colocar o pé na estrada e ter seus merecidos dias de folga e lazer, é necessário atenção com o lixo armazenado na lixeira. Isso porque, assim como a água parada pode ser um foco para o mosquito, o lixo também é. Sendo assim, é preciso recolher todo o lixo e descartar no local de coleta. Os materiais destinados à reciclagem devem ser higienizados, secados com cuidado e armazenados em um lugar apropriado.

Zelar pelos ambientes do quintal

Esse cuidado envolve caixas d’água, bacias e baldes, que, quando cheios, precisam estar devidamente tampados. Além disso, calhas também necessitam de atenção, pois precisam estar limpas. Pratinhos de planta não devem acumular água e outros recipientes precisam ser armazenados em um local seco e coberto. E para garantir que sua casa esteja livre dos mosquitos, faça uma faxina completa. Para isso, limpe as laterais de todos os recipientes de água, tendo em vista que os ovos do Aedes grudam nesses locais, mesmo sem água, e quando entram em contato com esse elemento podem se desenvolver.


Reportar erro