Como o iogurte desnatado pode evitar a diabetes?

Diabetes é uma doença do metabolismo da glicose, decorrente da falta ou má absorção de…


Diabetes é uma doença do metabolismo da glicose, decorrente da falta ou má absorção de insulina, o que causa o aumento da taxa de glicose (açúcar) no sangue. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas e que tem como função a quebra de moléculas de glicose para transformá-las em energia, e esta será aproveitada por todas as células.

Se houver a falta de insulina ou se este hormônio não agir corretamente, ocorrerá aumento de glicose no sangue e, consequentemente, a diabetes.

Sintomas da diabetes e fatores de risco

A diabetes pode se manifestar como do tipo I, do tipo I, gestacional e associada a outras patologias, como as pancreatites alcoólicas, uso de certos remédios etc. A característica comum de todas elas é o aumento de glicose no sangue.

Dentre os sintomas mais comuns desta doença estão os seguintes: vontade de urinar diversas vezes, sede constante, perda de peso, aumento do apetite, alterações visuais, impotência sexual, feridas que demoram a cicatrizar, distúrbios cardíacos e renais, mudanças de humor, fraqueza, fadiga e outros.

Os fatores de risco da diabetes incluem a obesidade (inclusive a infantil), a falta de atividade física regular, hipertensão, hereditariedade, estresse emocional, medicamentos à base de cortisona e níveis elevados de colesterol e triglicérides.

Como o iogurte desnatado pode evitar a diabetes?

Foto: Reprodução


Iogurte desnatado para evitar diabetes

De acordo com os resultados de uma pesquisa realizada na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, o consumo de iogurte desnatado, como lanche entre as refeições, ajuda a reduzir o risco de diabetes tipo 2.

A pesquisa foi feita da seguinte maneira: inicialmente, os cientistas acompanharam o registro diário dos alimentos e bebidas consumidos por um grupo de 4.255 pessoas, sendo que 753 desenvolveram diabetes tipo 2 nos últimos 11 anos.

Cada participante preencheu um questionário sobre os alimentos lácteos consumidos, como leite, queijo ou iogurte. Estes alimentos foram divididos e classificados em “alto teor de gordura” e “baixo teor de gordura”. Após isto e do ajuste para idade e sexo dos participantes do estudo, a ingestão de laticínios de baixo teor de gordura foi associada ao menor risco de diabetes.

Após outros ajustes para fatores de risco, o iogurte de baixo teor de gordura foi associado com menor risco de 35% no desenvolvimento da doença. Os autores da pesquisa também descobriram que, ao substituir lanches como bolos, biscoitos e chips pelo iogurte, há um risco reduzido de 47% para diabetes tipo 2.

Algumas das explicações para a relação entre produtos lácteos e diabetes estão na síntese de menaquinona (vitamina K2) ou nas ações de bactérias probióticas.

Outros benefícios do iogurte incluem o aumento da imunidade, fortalecimento dos ossos, proteção do sistema nervoso, melhora do trânsito intestinal e auxílio no processo de emagrecimento.


Reportar erro