Comer muita fruta faz mal à saúde do corpo?

Embora as frutas façam bem para saúde, consumir porções exageradas pode ter efeito contrário. Saiba as porções indicadas pela OMS para o consumo diário.


As frutas são excelentes. Gostosas e saudáveis são classificadas como um dos alimentos mais ricos em nutrientes para uma dieta saudável. Contudo, a forma de ingerir esse alimento faz toda a diferença. Seja in natura ou suco, nunca é bom exagerar e a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz a recomendação: 5 porções ao dia é o ideal.

Como identificar uma porção?

Temos uma enorme variedade de frutas à nossa disposição, das maiores – como a melancia – às menores – como a uva. Para identificar uma porção se calculam as calorias, em que uma é o equivalente a 60 ou 70 calorias, relativas a uma dieta de 2 mil calorias por dia.

No entanto, é difícil reconhecer a quantidade exata. Por isso, as vale considerar as porções através do tamanho de cada fruta. As de tamanho médio (maçã, banana, pera) equivalem a uma porção; já as maiores (melancia, melão, mamão) têm uma fatia como porção; as menores (uva, morango, cajá) podem ser consumidas de 10 a 12 unidades para uma porção.

Mulher comendo maça

Foto: Depositphotos


Os riscos de exagerar na dose

Embora as frutas sejam fonte de saúde, oferecendo fibras, vitaminas e demais nutrientes, elas têm também bastante glicose. Quando consumidas em demasia, as frutas podem ser nocivas aumentando consideravelmente os níveis de glicose no sangue, podendo levar a pessoa à pré-diabetes ou diabetes tipo 2.

Além de aumentar os níveis de glicose, comer muitas frutas regularmente pode alterar o equilíbrio dos eletrólitos no corpo, pondo em risco o funcionamento correto dos rins. O excesso de frutose acaba sendo transformado em gordura pelo fígado, que quando não eliminada do corpo pode chegar a obstruir as artérias causando problemas no coração e aumentando a pressão sanguínea. Isso sem contar que, embora as fibras seja ótimas para o funcionamento correto do intestino, se consumidas com exagero pode comprometê-lo.

Vá com calma!

Os riscos de comer uma quantidade exagerada de frutas são reais, contudo depende muito do organismo pessoal de cada indivíduo. Uma pessoa com diabetes deve evitar o consumo costumeiro de frutas devido ao alto nível de glicose e frutose nas porções. Pessoas com problemas renais também precisam de um cuidado maior, pois poderá aumentar a presença de minerais e, com isso, afetar o funcionamento dos rins.

Vale ressaltar, entretanto, que não faz mal consumir uma quantidade maior de porções do que o costume eventualmente. Basta balancear!


Reportar erro