Coçou? Pode ser bicho de pé! Veja remédios caseiros para se curar

Por Redação

Bicho do pé

Imagem: Reprodução

Tunga Penetrans

Quando se sente uma coceirinha irritante no pé e observa-se uma pequena pústula de pus com um pontinho no meio, já está muito bem instalada com sua família, a pulga causadora desse desconforto! O nome da pulga é Tunga Penetrans, e essa é a função dessa fêmea: penetrar em nossa pele para se alimentar e desovar. Cerca de 150 a 200 ovos num período entre sete e dez dias!

Esse parasita se encontra em lugares de terra e sombra e nós, humanos, assim como os porcos e outros animais domésticos, somos seus hospedeiros frequentes. Por isso, é bom evitar andar descalço, principalmente em praias ou lugares arenosos. Se for infectado, a retirada do bicho de pé exige certos cuidados, quanto à esterilização dos instrumentos usados e também do local, já que, se houver contaminação, pode ocasionar até tétano.

Algumas receitas caseiras podem livrar você do bicho de pé sem precisar furar a pele e correr o risco de infeccionar o local.

Veja três receitas de remédios eficientes para bicho de pé

CHÁ DE CALÊNDULA

Ingredientes:

  • 60 ml de vinagre;
  • 500 ml água fervente;
  • 4 colheres (sopa) de flores de calêndula secas.

Como fazer:

Coloque as flores de calêndula em uma vasilha e despeje a água quente. Tampe e deixe até amornar, depois, despeje em uma bacia e acrescente o vinagre, para aumentar a acidez e combater o parasita.

Faça isso duas vezes ao dia, deixando os pés imersos na solução por vinte minutos.

PRÓPOLIS

- Possui ação antimicótica e cicatrizante e deve ser aplicado na região infectada quatro vezes ao dia, durante uns três dias ou até que o parasita morra.

CÂNFORA

- Aplicar uma pomada à base de cânfora sobre o local infectado e fechar com um curativo de gaze é excelente, porque o cheiro forte e o abafamento fazem com que a parasita saia sozinha. É importante observar o curativo algumas horas após a aplicação para ver se surtiu o efeito esperado.