Cipó cruz: planta rica em propriedades medicinais

Cipó cruz, de nome científico arrabidaea chica, é uma planta pertencente à família das Bignoniaceae,…


Cipó cruz, de nome científico arrabidaea chica, é uma planta pertencente à família das Bignoniaceae, sendo também conhecida por outras denominações como cajuru, paripari, carajuru, chica, cuica, guaraju, piranga, pariri, dentre outras. Trata-se de uma planta comum na região da Floresta Amazônica, que é bastante utilizada como remédio caseiro e natural para tratar várias complicações de saúde.

Os princípios ativos deste vegetal incluem os alcaloides, flavonoides, quinonas, saponinas, taninos, ácido anísico, carajurone, ferro e triterpenos. Tais componentes tornam o cipó cruz uma planta medicinal poderosa com diversas propriedades benéficas à saúde.

Propriedades do cipó cruz

Dentre as propriedades do cipó cruz estão as seguintes:

  • Cicatrizante;
  • Adstringente;
  • Desinfetante;
  • Expectorante;
  • Emoliente;
  • Anti-inflamatória;
  • Afrodisíaca;
  • Antidiabética;
  • Antianêmica;
  • Fortificante;
  • Antidiarreica;
  • Antileucêmico.

Benefícios

Devido às suas propriedades medicinais, o cipó cruz é uma planta indicada para tratar diversas complicações de saúde, dentre as quais estão as seguintes: afecções de pele em geral, anemia, cólica intestinal, diarreia, feridas, conjuntivite, enterocolite, hemorragias, inflamação uterina, icterícia, inflamações uterinas e ovarianas e leucemia.

Devido às altas doses de ferro presentes no cipó cruz, esta planta pode ajudar na prevenção ou no tratamento da anemia, cujos principais sintomas são fraqueza, falta de ar, tonturas e sonolência.

Cipó cruz contém altas doses de ferro

Foto: Reprodução/ internet

Esta planta pode auxiliar no tratamento de casos de leucemia e câncer, principalmente na boca e no útero. Durante os tratamentos de quimioterapia e radioterapia, o teor de hemoglobina apresenta uma queda significativa, e o cipó cruz ajuda a aumentá-lo novamente. Isto ocorre porque algumas substâncias da planta liberam agliconas, compostos que contêm propriedades antioxidante e anticancerígena.


O cipó cruz também é eficaz no tratamento de problemas de pele, como feridas, picadas de inseto e inflamações, devido às suas propriedades adstringente, anti-inflamatória, antimicrobiana, antifúngica e cicatrizante. A acne também pode ser tratada com o cipó cruz, basta utilizar cremes e pomadas que possuem a planta em sua composição. Esta planta ainda pode ser usada para reduzir a inflamação local e o tempo de cura da conjuntivite.

Como utilizar o cipó cruz?

Para aproveitar todos os benefícios proporcionados pelo cipó cruz, é possível utilizar a planta de diversas maneiras. Confira a seguir:

Infusão

Para preparar a infusão de cipó cruz, utilize quatro folhas da planta e 500 ml de água. Ferva a mistura durante alguns minutos e aguarde a infusão por mais cinco minutos. Aguarde até a bebida amornar e beba, pelo menos, duas vezes ao dia.

Compressas e banhos de assento

Para o tratamento das afecções da pele de um modo geral, o mesmo chá pode ser usado. As compressas usadas tipicamente auxiliam no alívio dos sintomas e na cura. A infusão também pode ser usada na forma de banho de assento para tratar problemas ginecológicos.

Outra maneira de empregar o cipó cruz para tratar problemas da pele é preparar uma pasta concentrada da planta. Para isso, basta amassar as folhas com um pouco de água e aplicar a mistura sobre a área afetada da pele.

Precauções

Embora não tenham sido encontradas contraindicações a respeito do uso do cipó cruz, lembre-se que a automedicação pode ser muito perigos. Por isso, consulte sempre um especialista antes de iniciar qualquer tratamento.


Reportar erro