Chá de Nó de Cachorro, um estimulante natural

Por Nayla Georgia

Chá de Nó de Cachorro

O chá de nó de cachorro é bastante usado pela medicina alternativa como um excelente antioxidante e afrodisíaco. Conheça mais algumas propriedades dessa planta. | Imagem: Reprodução

Também conhecida como “Dog’s Knot” (inglês) e “No de Cochera” ou “No de Cochero” (espanhol), o Nó de Cachorro é uma planta abundante no cerrado da região centro-oeste do país. Possui um grande potencial na redução dos efeitos colaterais da Ciclosporina. A Ciclosporina é fundamental no tratamento de doenças auto-imunes e também é indicada, regularmente, para pacientes submetidos a transplante de órgãos. O problema, no entanto, é que a droga possui reações adversas, como danos ao sistema reprodutor, mais precisamente ao epitélio germinativo, que é responsável pela produção dos espermatozóides ou gametas masculinos. Também causa danos às células de Leydig, que produzem testosterona. Esses efeitos podem levar o paciente à infertilidade.

O nó de cachorro – Para que serve?

O nó de cachorro nasce em forma de arbusto e tem, em média, cerca de 1 a 1,5m de altura, ele ainda pode ser encontrado nos cerrados de Goiás e do Mato Grosso. Suas raízes são irregulares e apresentam rugas e articulações. Vem sendo muito utilizado na medicina popular, servindo como afrodisíaco, estimulante, antioxidante, hipocolesterolêmico e nas debilidades nervosas. Também alivia e previne úlceras e serve como revigorante físico e mental.

O chá de nó de cachorro

Como fazer e beber:

  • Coloque duas colheres (sopa) da planta para um litro d’água;
  • Deixe cozinhar por cerca de dez minutos a partir do momento em que a água começar a ferver;
  • Em seguida, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por cerca de dez minutos;
  • Coe e estará pronta para o uso;
  • Beber de duas a três xícaras ao dia.

É sempre bom lembrar!

Todos os tratamentos naturais devem ser acompanhados por um médico. Não é porque as ervas são menos nocivas, na teoria, que os riscos deixam de existir. A composição na estrutura de cada planta é cheia de elementos e, em alguns casos, pode ser que um deles tenha alguma reação alérgica no usuário. As reações de alergias podem começar fraquinhas, mas há casos em que as vias respiratórias incham e isso dificulta, e muito, a respiração, podendo causar até uma sufocação. Para evitar resultados negativos com o tratamento, consulte-se com um médico especializado em produtos naturais (Naturalista) e converse com ele a respeito do seu problema para que seja receitada a melhor solução.