Chá de linhaça – Benefícios e propriedades

Estudiosos afirmam que o uso da linhaça vem de tempos muito antigos. Ela era utilizada…


Estudiosos afirmam que o uso da linhaça vem de tempos muito antigos. Ela era utilizada no Egito para mumificações e também tratamento de feridas. Nos dias atuais já foi comprovado que a linhaça também pode evitar que alguns tipos de tumores se espalhem e tomem conta do nosso organismo.

Características

Existem dois tipos de linhaça, a marrom e a dourada. A linhaça marrom possui uma semente escura, de cor marrom-avermelhada, e é a mais cultivada. Já a linhaça dourada, possui uma cor mais clara, em tons pasteis de amarelo com dourado, ela se adapta melhor aos climas frios e a sua casca é um pouco menos resistente que a da linhaça marrom, assim como seu sabor, que é mais suave.

A linhaça é uma planta muito conhecida por ser utilizada como medicamento e também na produção de tecido. Ela pode chegar a alcançar um metro de altura, as suas flores são brancas ou azuis claras e produzem frutos castanhos. É nesses frutos que se encontram as famosas sementes de linhaça.

Chá de linhaça - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Propriedades e usos

A linhaça contém diversas propriedades muito úteis para o tratamento de diversas doenças, ela aumenta a defesa orgânica e reduz o ritmo de envelhecimento das células. As suas sementes são constituídas por proteínas, fibras alimentares, ômega 3 e ômega 6, o que torna a linhaça um alimento funcional. Essas sementes são consideradas as mais ricas fontes de ômega 3 que a natureza pode nos oferecer.

Ela é constituída de compostos fitoquímicos que apresentam propriedades anticancerígenas, contém vitamina B1, B2, C, E e minerais, como o ferro, zinco, potássio, magnésio, fósforo e cálcio.


Entre os seus benefícios podemos citar: rejuvenescedora, auxilia na perda de peso, no combate à anemia, ao cancro (da mama, próstata, cólon e pulmão), à acne, no equilíbrio hormonal, principalmente em casos de TPM e menopausa, na diminuição do risco de aterosclerose, na redução do colesterol, no controle da glicemia, para prisão de ventre, gengivite, eczema e também psoríase.

Ela ajuda ainda no bom funcionamento do sistema digestivo, nervoso, imunológico, intestinal, cardiovascular, em doenças inflamatórias e combate a obesidade.

Consumo

O ideal, na maioria dos casos, é moer as sementes de linhaça, pois dessa forma elas apresentam mais benefícios nutricionais do que as sementes quando são consumidas por inteiro. É possível utilizar as sementes em iogurtes, vitaminas, com cereais, saladas, sumos e em qualquer outro alimento do seu gosto.

Para fazer o chá de linhaça coloque 4 colheres de sopa de sementes de linhaça em um litro de água fervente, abafe e aguarde 10 minutos, em seguida coe e tome de 2 a 3 xícaras por dia. Se desejar, acrescente 1 colher de sopa de outras ervas. Esse chá é aconselhado, principalmente, para casos de inflamação da gengiva e/ou garganta, ele refresca e hidrata todo o sistema digestivo excretor.

Contraindicação e efeitos colaterais

Até o momento não foram registados efeitos colaterais e nenhum tipo de contraindicação sobre o uso da linhaça, porém o uso em excesso de qualquer tipo de alimento ou bebida pode vir a causar danos.


Reportar erro