Chá de grindélia – Benefícios e propriedades

A grindelia, de nome científico Grindelia robusta, é uma planta pertencente à família Asteraceae e…


A grindelia, de nome científico Grindelia robusta, é uma planta pertencente à família Asteraceae e é também popularmente conhecida como girassol-do-mato, malmequer do campo e girassol-silvestre. Composta por saponinas (grindelina), levoglucosana, diterpeno (ácido grindelico), óleos essenciais, resina, taninos e alcaloides, esta planta possui propriedades medicinais. Esta planta é de origem americana, crescendo desde o Mississipi até o Pacífico, e os nativos das regiões do México e da Califórnia já utilizavam a grindélia para auxiliar no tratamento de casos de males respiratórios, alérgicos e queimaduras de pele. A grindélia é viscosa, as suas flores desenvolvem-se solitárias na extremidade da ramificação, são parecidas com as do girassol e possuem sabor amargo e odor balsâmico. Neste artigo, saiba mais sobre as propriedades, os benefícios e as indicações de uso do chá de grindélia.

Chá de grindélia - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

As propriedades do chá de grindélia

A grindélia apresenta as seguintes propriedades medicinais:

  • Antiespasmódico;
  • Demulcente;
  • Aromática;
  • Diaforético;
  • Diurético;
  • Expectorante;
  • Hipotenso;
  • Relaxante cardíaco;
  • Sedativo;
  • Tônico.

Os benefícios e as indicações de uso

Devido às suas propriedades medicinais, a grindélia pode auxiliar no tratamento de vários problemas de saúde, tais como: asma, bronquite, artrite, cistite, catarro, congestão de seio, eczema, enfisema, feridas, herpes, paralisia, queimaduras, impetigo, resfriados, reumatismo, sarampo, tosse, tuberculose, tosse seca, sumagre-venenoso, vaginite e varizes. Para melhorar a capacidade pulmonar em altas altitudes, recomenda-se chupar um broto de grindélia; na forma de banho, é tradicionalmente utilizada para paralisia e reumatismo; em forma de unguento, a planta é usada para sumagre-venenoso e carvalho, eczema, impetigo, varizes e lesões de herpes. Para tratamento de casos de feridas e artrite, a planta é utilizada como óleo de massagem; e, para tratar queimaduras, em forma de cataplasma.


Embora existam diversas maneiras de usar a grindélia, dependendo do mal a ser combatido, um dos usos mais comuns é o preparo de seu chá.

Chá de grindélia

O chá de grindélia auxilia no tratamento em casos de afecções respiratórias, cólicas, afecções renais e gases.

Modo de preparo:

Para aproveitar os benefícios proporcionados pelo chá de grindélia, basta adicionar duas colheres de sopa da erva para um litro de água. Assim que a água levantar fervura, desligue o fogo. Tampe por cerca de 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber. A indicação de consumo é de 2 a 3 xícaras deste chá ao dia.

Efeitos colaterais e contraindicações

Os efeitos colaterais podem envolver irritação gástrica e diarreia. Deve-se ter atenção com a quantidade ingerida, pois apenas nesta condição a sua utilização é bem tolerada. O uso desta planta é contraindicado durante a gravidez, lactação e para pacientes que sofram de insuficiência cardíaca e renal. Lembre-se de sempre consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento!


Reportar erro