Chá de arnica – Benefícios e propriedades

Pertencente à família dos girassóis, a arnica é facilmente confundida com estes, mas é diferente…


Pertencente à família dos girassóis, a arnica é facilmente confundida com estes, mas é diferente devido à textura aveludada das folhas – fato que deu origem ao nome, que significa pele de cordeiro. A planta prefere regiões com clima temperado, podendo ser facilmente encontrada na América do Norte Ocidental, mas no Brasil, apesar do clima mais quente, pode ser encontrada como cultivo em campos rupestres na Bahia, Minas Gerais e Goiás.

É também conhecida como arnica do campo, arnica silvestre, erva de lagarto, erva lanceta, lanceta, macela miúda, marcela miúda, rabo de rojão e sapé macho.

Chá de arnica - Benefícios e propriedades

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades da arnica

A arnica é uma planta que, na forma de chá, pode ser usada no tratamento de traumatismos, reumatismo, artrite, artrose, dores e também paralisia. Usada externamente, é eficaz no auxílio da cicatrização de feridas, tratamento de lesões esportivas, roturas de ligamentos, hematomas, contusões e fibromialgia.

Quando usada internamente, é eficaz na eliminação de vermes e flatulência, além de ajudar a eliminar o inchaço. Faça gargarejos  em caso de dores de garganta ou garganta inflamada.


Como usar?

O chá pode ser usado para compressa e deve ser feito com as flores da arnica. Para isso, use uma colher de chá da erva para cada 250 ml de água. Faça a infusão e aplique ainda morna com a ajuda de um tecido sobre a área que deseja tratar. Troque a compressa sempre que esfriar, aplicando entre três e quatro vezes ao dia. Esse mesmo chá deve ser utilizado para gargarejos quando se tratar de dores ou inflamações da garganta.

A arnica pode ser encontrada para venda ainda na forma de pomada e gel. A pomada é feita com o extrato de flores verdes, e pode ser adquirida em farmácias e lojas de produtos naturais. Deve ser aplicada pelo menos três vezes ao dia no local afetado. O gel possui uma textura diferente, e é feito por meio de um concentrado natural da planta, mas possui, basicamente, as mesmas funções da compressa e da pomada.

Efeitos colaterais e contraindicações

A arnica é contraindicada, para uso interno, sem orientação médica, pois pode ser tóxica. Sempre que for consumir um medicamento para qualquer tipo de tratamento, consulte um médico. Quando consumida em quantidades superiores ao indicado, pode causar efeitos colaterais como tontura, tremores, taquicardia e/ou arritmias.

O uso de compressas de arnica, ou ainda da pomada e do gel, é contraindicado em feridas abertas, ou ainda durante a gestação e fase de lactação.


Reportar erro