Catinga de Mulata

Por Anna de Cássia

Catinga de Mulata

Imagem: Reprodução

Também conhecida como erva de São Marcos, tanaceto e atanásia, a catinga de mulata é uma erva medicinal encontrada na Europa e América do Norte, e principalmente na América do Sul. Trata-se de um arbusto de porte pequeno e que apresenta belíssimas flores amarelas, quase douradas, que florescem no verão, formando um denso e aplanado corimbo. Seu talo é robusto e possui e 60 a 90 cm de altura, enquanto as folhas são verde-escura, extremamente aromáticas e com folículos bem dentados.

Esta erva produz um poderoso chá com inúmeras características medicinais que podem mostrar-se muito versáteis na área da medicina alternativa. E esta planta é muito utilizada também no candomblé, por apresentar um aroma forte e gostoso, ela é matéria prima para o preparo de loções e água de cheiro que protegem contra os maus fluidos.

Benefícios da Catinga de Mulata para nossa saúde

  • É um ótimo vermicida, pois é altamente toxica para os vermes presentes em nosso intestino;
  • Regulariza a menstruação e combate outros tipos de problemas menstruais;
  • Combate problemas do coração como taquicardia;
  • Controla a asma;
  • Muito indicada em caso e epilepsia;
  • Ótima no tratamento da gota;
  • Alivia bastante os sintomas do reumatismo;
  • Evita o histerismo;
  • Cura doenças respiratórias como a bronquite;
  • Muito utilizada também no tratamento de aerofagia;
  • Bastante indicado para aliviar dores musculares e articulares;
  • Usado também no combate à dismenorreia;
  • Ótimo para todo tipo de problema renal;
  • Indicado também em casos de flatulência.

Uso externo da Catinga de Mulata

Além de todos esses benefícios que o consumo do chá de Catinga de Mulata nos trás, ele também apresenta ótimos resultados com problemas externos, como feridas, furúnculos, psoríase e até mesmo piolho. Basta aplicar em cima da área lesionada o azeite proveniente desta planta.

Cuidado gestantes!

Esta erva é um pouco tóxica, e se for consumida durante a gestação pode vir a causar um aborto espontâneo.

Aprenda a fazer seu chá

  1. Coloque um litro de água para ferver;
  2. Depois de levantar fervura, desligue o fogo e acrescente 2 colheres de sopa da erva Catinga de Mulata;
  3. Tampe o chá e deixe abafado por mais ou menos dez minutos;
  4. Coe e espere esfriar para poder tomar;
  5. O indicado é beber de 2 a 3 xícaras do chá por dia.