Cascas do Angico possuem inúmeras propriedades medicinais

Angico é uma árvore do gênero Piptadenia, encontrada na América Tropical – principalmente no Brasil.…


Angico

Imagem: Reprodução

Angico é uma árvore do gênero Piptadenia, encontrada na América Tropical – principalmente no Brasil. Costuma ser cultivada por causa da alta qualidade de sua madeira, que é utilizada para fazer móveis e outros objetos que necessitam dela como matéria prima. Mas esta não é a única utilidade desta planta. Segundo estudos, suas cascas possuem inúmeras propriedades medicinais.

A fisionomia da planta lembra o mato. A árvore é bem galhosa, frondosa e possui galhos bem fortes e ramificados. As folhas são pequenas e as flores são de cor branca. Costumam aparecer em grande quantidade, mas não apresentam nenhuma espécie de odor. O fruto desta árvore parece com a vagem: é comprido, achatado e possui sementes bem pequenas.

Propriedades medicinais do Angico

  • É muito utilizado para doenças respiratórias como asma, tosse e bronquite.
  • Também é muito utilizado para casos de diarreia e disenteria.
  • Gripes e resfriados também podem ser tratados com as cascas desta árvore.
  • Ajuda a aliviar vários tipos de problemas nos pulmões.
  • Cura inflamações como a faringite.
  • Muito utilizado também no combate ao raquitismo.
  • Também a debilidade orgânica pode ser tratada com o chá de angico.

Contraindicações

O chá da casca de Angico não deve ser consumido por pessoas lactantes ou por mulheres grávidas, pois nestes casos ele pode tornar-se um pouco tóxico. Tome bastante cuidado também com as sementes e folhas desta planta, pois possuem efeitos alucinógenos. E se você possuir uma árvore desta espécie na sua fazenda tome cuidado para que o gado não coma de suas folhas, pois no organismo deles elas se tornam extremamente tóxicas.


Como preparar o chá de angico

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de casca de angico
  • 1 litro de água
  • Açúcar ou mel para adoçar

Como fazer:

Coloque um litro de água em uma chaleira e leve ao fogo. Espere até que a água comece a ferver e então desligue o fogo. Acrescente uma colher da casca da planta e fique misturando por algum tempo, depois tampe. Deixe abafado por 10 ou 15 minutos, descansando. Depois é só coar, adoçar com açúcar ou mel (mais recomendado) à gosto e beber uma xícara três vezes ao dia.


Reportar erro