Cardápio para prevenir Alzheimer

O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa ligada ao envelhecimento e que provoca a diminuição das…


O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa ligada ao envelhecimento e que provoca a diminuição das funções intelectuais, afetando a memória e reduzindo as capacidades de trabalho e de relacionamentos sociais do paciente. Com o decorrer do tempo, a doença evolui e afeta a capacidade de aprendizado, atenção, compreensão e linguagem do indivíduo.

Segundo estudos realizados na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, metade dos casos desta doença incurável é causada por falta de medidas adequadas de saúde e poderiam ser evitadas com a correção de hábitos ligados ao estilo de vida.

As causas do mal de Alzheimer

As causas do Alzheimer ainda não são totalmente conhecidas, mas pesquisas apontam que existem vários fatores relacionados com a doença, dentre os quais estão a genética, a idade e o estilo de vida.

Alguns resultados de estudos mostraram que a metade dos casos da doença no mundo pode ter como causa fatores ligados ao estilo de vida e que podem ser modificados. Evitar o tabagismo, prevenir o diabetes, controlar a pressão arterial, combater a depressão, praticar atividades físicas, aumentar o nível educacional e adotar uma dieta saudável estão entre as medidas que podem evitar a doença.

Cardápio para prevenir Alzheimer

Foto: Reprodução

Alimentação para prevenir o mal de Alzheimer

É possível prevenir o Alzheimer com a adoção de hábitos saudáveis, como dormir bem, praticar atividades físicas e ter atenção com a alimentação, dentre outros. Confira a seguir alguns alimentos que ajudam a prevenir a doença:


Peixes

O ômega 3, presente no peixe, é um ácido graxo que faz parte da estrutura da matéria cinzenta do cérebro e atua na comunicação entre as células nervosas, ajudando no controle do humor, da memória e concentração.

Segundo um estudo feito nos Estados Unidos, os idosos que ingerem peixe assado ou grelhado, pelo menos uma vez na semana, protegem o cérebro contra doenças.

Oleaginosas

Alimentos como castanhas, nozes e amêndoas são ricos em selênio, mineral que ajuda substâncias como a serotonina, a dopamina e a acetilcolina, que são fundamentais na transmissão de mensagens entre os neurônios e para o bom funcionamento cerebral. Os grãos, alho, carne, frutos do mar e abacate também são outras fontes de selênio.

Casca de romã

A casca da romã possui uma enzima que atua na prevenção do Alzheimer e contém uma elevada quantidade de antioxidantes.

Azeite

O hidroxitirosol, composto presente no azeite, tem a capacidade de impedir a degeneração dos neurônios, retardando o envelhecimento cerebral. Além disso, o óleo é rico em vitamina E, que atua na reconstrução das fibras nervosas.

Cafeína

A cafeína, as frutas roxas e vermelhas, vinho (tinto e branco) e a cúrcuma também podem fazer parte do cardápio para prevenção do Alzheimer.


Reportar erro