Benefícios oferecidos pela mandioca à saúde

A mandioca é um dos alimentos mais conhecidos e consumidos em nosso país. Essa raiz,…


A mandioca é um dos alimentos mais conhecidos e consumidos em nosso país. Essa raiz, alimento típico de indígenas, é usada em diversas receitas, em praticamente todas as regiões brasileiras.

BENEFÍCIOS DO CONSUMO DESTE ALIMENTO

Tem alto valor energético, a cada 100 gramas, 150 calorias, não possui proteínas nem gorduras. É rica em sais minerais, como ferro, cálcio e fósforo, além de vitaminas do complexo B e grande quantidade de potássio.

É fonte de fibras vegetais, ajudando no trânsito intestinal, rico em amido, tem a vantagem de poder ser consumido por pessoas celíacas (que tem intolerância ao glúten), já que não contém glúten.

Benefícios oferecidos pela mandioca à saúde

Imagem do alimento | Imagem: Reprodução

A mandioca pode ser transformada em farinha, que é uma das maneiras mais utilizadas, sendo a tapioca, um típico alimento de origem indígena, uma iguaria muito apreciada em várias regiões. Outras iguarias e modos de preparar a mandioca: beijus, sopas, pirões e mingaus. Seu polvilho é bastante utilizado, desde a goma para roupas até em fabricação de explosivos!


Além das funções nutricionais, a mandioca ainda pode ser usada como cataplasma para tratamento externo de:

CLASSIFICAÇÃO, BRAVA OU MANSA?

A classificação dos tipos de mandioca dependem do teor de uma substância tóxica, presente em sua composição: o ácido cianídrico.

A chamada “mandioca brava”, “mandioca amarga” ou apenas “mandioca” em alguns lugares, possui alta quantidade desse ácido, mas o cozimento e a torrefação fazem com que a toxicidade seja anulada. Com esse tipo são produzidas a tapioca e a farinha.

No Pará, duas receitas típicas são: o tucupi, que é feito com um caldo amarelo extraído da mandioca e cozido por dias e a maniçoba, que é preparada com as folhas e carne de porco salgada.

O outro tipo, a chamada “mansa”, “aipim” ou “doce”, é comestível e pode ser  preparado cozido ou assado, muito comum como acompanhamento de carnes, especialmente de porco e também cozido e depois frito, servido em bares como petisco, acompanhando cervejas e chopes gelados.


Reportar erro