Benefícios emagrecedores da farinha de coco

Ralado, em óleo, em leite ou em forma de água de coco, a fruta é…


Ralado, em óleo, em leite ou em forma de água de coco, a fruta é muito popular por todo o mundo, principalmente nos países tropicais. Mas um dos propósitos ainda não populares, e que merece atenção, é a farinha de coco, obtida da casca e da polpa da fruta. Fonte de fibras (cerca de 2,5g de fibras para cada 10g do farelo, o equivalente a uma colher de sopa), auxilia no fim da prisão de ventre, formando bolo fecal e estimulando o funcionamento do intestino. A substância também é responsável por diminuir a absorção das gorduras consumidas, resultando na redução das taxas de colesterol. Além disso, abaixa os níveis glicêmicos, sendo eficaz no controle e prevenção do diabetes.

Farinha de Coco

Foto: Reprodução

Farinha de coco para emagrecer

Livre do glúten presente no trigo, na aveia, na cevada e no malte, esta farinha está liberada em todas as dietas. A farinha auxilia na perda do peso devido à quantidade de fibras, que promovem saciedade. Além disso, o farelo contém TCM (triglicerídeos de cadeia média), que são substâncias não armazenadas na forma de gordura, obrigando o organismo a utilizar o depósito acumulado como fonte de energia.

Como fazer a farinha de coco?

Para fazer essa farinha em casa, coloque em um recipiente duas xícaras de chá de coco ralado, e uma xícara e meia de água quente. Isso é feito para que a água derreta a gordura presente na fruta. Deixe descansar durante 15 minutos e, em seguida, bata tudo no liquidificador. Com o auxílio de um pano, coe e esprema bem para retirar toda a água e a gordura do coco. Coloque a polpa que restou no pano em um recipiente e leve ao forno em uma temperatura de 100°C por três ou quatro horas, de forma que seque completamente. Vire algumas vezes para não queimar. Sua consistência, quando seca, será de um pó amarelado que não gruda nas mãos.


Em seguida, deixe esfriar e passe no processador, pois quanto mais você passar, mais fina a farinha ficará. Armazene em um recipiente fechado de forma a evitar a entrada do ar. Ela pode ser usada em substituição aos outros tipos de farinha em receitas de bolos, pães, tortas, ou pode ser consumida com iogurtes e frutas. A farinha pronta pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e alguns mercados.

Contraindicações e quantidade recomendada de consumo

Não há uma recomendação específica para a quantidade de farinha consumida diariamente. No entanto, para que não haja excesso de calorias, pode-se consumir entre uma e duas colheres de sopa ao dia, cerca de 20g.

Também não existem contraindicações, mas o ideal é consultar um médico para saber se a quantidade de gorduras saturadas que ela possui é adequada à sua dieta e saber quanto deve consumir diariamente. O consumo excessivo pode, por ser um alimento rico em fibra, gerar um desconforto intestinal de gases e problemas abdominais. Além disso, para haver eficácia em seu uso para eliminar a constipação intestinal, deve haver uma boa ingestão diária de água. Se consumido em excesso, pode ainda levar ao aumento de peso ao invés de auxiliar como emagrecedor.


Reportar erro