Benefícios do consumo de espinafre

Por Gabriel Oliveira

Conheça os benefícios do espinafre

Conheça os benefícios do espinafre | Imagem: Reprodução

O espinafre, a verdura que ficou famosa por deixar o personagem marinheiro Popeye, do desenho animado, forte,  realmente tem o poder de fortalecer o organismo de diversas maneiras.

Ele é rico em sais minerais importantes, como o ferro, o fósforo e o cálcio; tem altas concentrações de vitaminas do complexo B e A e, por isso, contribui para a saúde de maneira geral:

  • na formação dos dentes e ossos;
  • na construção muscular;
  • na coagulação sanguínea;
  • na conservação da visão.
  • na manutenção da  pele;
  • proteção do aparelho digestivo;
  • na saúde do sistema nervoso.
  • previne a desnutrição e anemias;
  • proteje o sistema cardiovascular.

Todos esses elementos que fazem parte de sua composição, tornam o espinafre um alimento muito nutritivo e com uma propriedade importantíssima na prevenção de doenças e envelhecimento precoce: ele é antioxidante! Segundo estudos, o cérebro consome grande quantidade de energia em seu funcionamento e deixa resíduos químicos oxidantes. O espinafre é um dos alimentos que, se consumidos com certa frequência, eliminam essas substâncias e “desenferrujam” o cérebro! Isto porque ele é rico em flavonoides, tendo sido identificados pelo menos treze tipos diferentes de flavonoides em sua composição, o que, entre outras coisas, previne doenças como o câncer!

A presença de flavonoides é tão significativa no espinafre, que seu extrato é utilizado por laboratórios, em pesquisas promissoras de combate às células cancerígenas de diversos tipos de cânceres, como: câncer de próstata, de estômago, de mama e de pele. Nos casos de câncer de próstata, as células se autodestroem e também não se multiplicam, foi a constatação de uma pesquisa publicada no Journal of Nutrition.

Especialmente indicado também, para as gestantes e crianças, já que previne anemia e desnutrição, já que contém altas quantidades de ferro e vitaminas importantes e cálcio, que colabora na formação de ossos e dentes das crianças e evita que a gestante venha a sofrer, futuramente, de osteoporose.

O consumo das folhas verdes também tem o poder de prevenir arteriosclerose, já que é rico em beta-caroteno e vitamina C, conhecidos antioxidantes, que impedem a fixação de colesterol LDL nas artérias e veias. Também a presença de ácido fólico, ou folato, ajuda nesse combate, impedindo a ocorrência de infartos ou acidente vascular cerebral. Como também é fonte de magnésio, colabora para manter a pressão arterial sob controle.

A vitamina C e K, tem propriedades anti-inflamatórias, ajudando, assim, em casos de asma, osteoporose, osteoartrite e artrite reumatoide, todas estas doenças envolvendo certos tipos de inflamação.

Também a visão de quem consome espinafre é grandemente beneficiada, pois, assim como outros vegetais verdes, ele possui um carotenoide chamado luteína, que combate doenças de visão, especialmente as degenerativas, causadas pela idade.

Como deve ser o consumo do espinafre?

É indicado que se consuma o espinafre no almoço ou jantar, preferencialmente cinco vezes por semana para aproveitar bem seus benefícios. O consumo pode ser feito através de receitas das mais diversas, sendo bastante versátil na culinária. A indicação é que o período de cozimento seja o mais reduzido possível, para a melhor preservação de seus nutrientes.

Veja duas ótimas receitas para ususfruir os benefícios do espinafre

SUCO DE ESPINAFRE:

Escolha o espinafre fresco e de  folhas bem escuras, lave-as  e bata-as no liquidificador com um pouco de água. Após bem batido, o suco está pronto para beber.

Obs.: VARIAÇÃO:  bater uma xícara de folhas de espinafre com um copo de 200ml de suco de laranja. Esse suco, além de todos os nutrientes do espinafre e laranja, ainda ajuda na prisão de ventre.

 

PANQUECAS DE ESPINAFRE:

Ingredientes:

  • 2 ovos batidos;
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo;
  • 1 maço de espinafre limpo;
  • 1 colher de chá de sal.

Preparo:

Cozinhar o espinafre e fatiar as folhas em pequenos pedaços. Acrescentar a farinha de trigo, o sal e os ovos batidos e misturar até a massa ficar homogênea. Preparar as panquecas de modo usual, usando meia xícara de chá da massa para fazer cada panqueca.

O recheio pode ser de  sua preferência.