Benefícios do cará para o organismo

O cará, de nome científico Dioscorea alata L., é um tubérculo de origem africana, mais…


O cará, de nome científico Dioscorea alata L., é um tubérculo de origem africana, mais especificamente das ilhas de Cabo Verde e São Tomé, sendo bastante confundido com o inhame. O tubérculo foi trazido ao Brasil pelos escravos africanos, se adaptou muito bem ao clima do nosso país e foi classificado pela primeira vez nos escritos do padre José de Anchieta. O cará se apresenta de tamanhos e formatos diferentes, atingindo de 500 gramas a 3 quilos e o seu período de safra vai de março a agosto.

Benefícios do cará para o organismo

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

O cará é um alimento rico em carboidratos, sendo um alimento altamente energético. Contém uma grande quantidade de vitaminas do Complexo B – B1 (Tiamina), B2 (Riboflavina), B5 (Niacina), B6 (Piridoxina)- e é rico em fibras solúveis. Os nutrientes encontrados no cará fortificam os nervos; estimulam o apetite e o crescimento; e auxilia no processo digestivo.


Na hora de comprar

Ao realizar a compra do cará, escolha aqueles que estiverem firmes, sem partes mofadas ou amolecidas e evite aqueles que estão murchos ou brotados. Se existirem pequenas lesões na casca, estas podem ser retiradas durante o descascamento, sem prejudicar a qualidade interna do alimento.

Dicas de conservação

O cará permanece bem conservado por mais de 15 dias sem necessidade de refrigeração, desde que mantidos em locais secos, escuros, frescos e arejados. Não é recomendado manter o alimento por muito tempo na geladeira, já que o sabor é alterado e a brotação acelera, além de absorver a umidade e amolecer.

Como consumir?

O cará é sempre consumido na forma cozida, após a retirada da casca. Por ter praticamente a mesma textura da batata-inglesa, pode substituí-la em vários pratos como sopas, caldos, purês e refogados. Alguns dos temperos que combinam com o tubérculo são os seguintes: alho, limão, sal, cebola, açafrão, orégano, folhas de louro e pimenta a gosto. O alimento também pode ser usado na forma de pão, bolo, creme, biscoito, pirão, panquecas e tortas. Uma sugestão de consumo, para o café da manhã ou lanche, é a seguinte: basta cozinhar o cará na água e sal, escorrer e, ainda quente, passar margarina ou manteiga sobre as rodelas.


Reportar erro