Benefícios da erva doce para a saúde

Muito conhecida devido às suas propriedades medicinais, a erva doce é cultivada em diversas regiões…


Muito conhecida devido às suas propriedades medicinais, a erva doce é cultivada em diversas regiões de clima temperado ou subtropical, mas tem origens no Mediterrâneo. Também conhecida como anis e funcho, a erva pode ser usada no tempero de alimentos, como aromatizador ou ainda na forma de chá. De nome científico Pinpinella anisum, a planta pode ser facilmente encontrada para comprar em feiras, mercados, lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação.

Benefícios da erva doce para a saúde

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios

A erva doce pode ser usada de forma eficaz no alívio de gases, combate à cólica intestinal, auxílio na digestão, controle da pressão arterial, além de poder contribuir com o emagrecimento. O bulbo da erva possui flavonoides semelhantes ao estrógeno e, por isso, o consumo de erva doce diminui ainda o risco de câncer nas mulheres.

Rica em fibras, a planta aumenta a saciedade e ajuda a regular o funcionamento intestinal, diminuindo a fome e o inchaço abdominal. A presença de ácido málico ajuda a diminuir a vontade de consumir doces, auxiliando no emagrecimento. Com ação antioxidante, a erva é eficaz no combate aos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele.

A erva age ainda como relaxante, vermífugo, antirreumático, relaxante muscular, antiespasmódica, expectorante, tônico, cicatrizante, calmante natural, diurético, sudorífico, galactagogo, antidispéptico e estimulante, e sua composição é formada por vitaminas A, B e C, fibras, sódio, ferro, potássio, cálcio, zinco, cobre, água e glúcidos. Seu consumo ajuda a combater a tosse, prevenir o mau hálito e, para mulheres em fase de amamentação, o chá ajuda na produção de leite, ajudando ainda a prevenir a cólica dos bebês.


O consumo da erva doce auxilia ainda no tratamento da acidez estomacal, asma, bronquite, espasmos, dor de barriga, dor de cabeça, inflamações, má digestão, palpitações, inchaço, gripe, resfriado, catarro e coriza.

Como preparar o chá?

Para preparar o chá, você vai precisar de:

– 1 litro de água
– 3 colheres de sopa de sementes de erva doce secas

Em um recipiente, coloque a água e leve ao fogo, aguardando alcançar fervura. Em seguida, adicione as colheres de erva doce e desligue o fogo, deixando a mistura descansar por cerca de cinco minutos. Coe e consuma em seguida. Você pode adoçar, mas o ideal é consumir sem açúcar, no máximo três xícaras ao dia.

Contraindicações

O consumo de erva doce é contraindicado para gestantes, pois as sementes podem desencadear contrações e levar ao aborto. Além disso, é contraindicado ainda para pacientes com úlcera duodenal, refluxo, colite ulcerosa ou diverticulite.


Reportar erro