Bananeira imbé: planta tóxica com benefícios à saúde

As folhas e a casca seca da bananeira imbé são muito usadas no tratamento de casos de úlceras, inflamações e outros problemas de saúde. Conheça!


A bananeira imbé (philodendron bipinatifidum) é uma planta da família das aráceas, sendo também conhecida por outras denominações como guaimbê, bambu-do-brejo, imbê, banana-de-macaco, banana-de-morcego, banana-do-brejo e banana-de-brugre. É confundida com outra planta chamada de costela de Adão (monstera deliciosa), mas se difere desta por não apresentar furos nas folhas e ter os recortes mais finos.

A bananeira imbé é nativa da Mata Atlântica e pode ser encontrada do Paraguai até a região Sudeste do Brasil. Suas folhas são gigantes, verdes, brilhantes e vistosas, o que a torna diferente e, por isso, bastante utilizada como planta ornamental em jardins e quintais. Ao contrário das folhas, as suas flores têm pouca ou nenhuma importância ornamental, mas podem ser organizadas em vasos para decoração de interiores e jardins, podendo ser plantada isolada ou em grupos.

Esta planta é tolerante às baixas temperaturas e deve ser cultivada em substrato rico em matéria orgânica, na meia sombra ou em pleno sol.

Benefícios e indicações

As folhas e a casca seca da bananeira imbé são muito usadas no tratamento de casos de erisipela, orquites, úlcera, inflamações e hidropisia.


Bananeira imbé: planta tóxica com benefícios à saúde

Foto: Reprodução/ internet

O princípio ativo da bananeira imbé é o axalato de cálcio. O seu fruto é bastante saboroso e a planta, no passado, foi usada na pesca pelos nativos e remanescentes do meio rural brasileiro. Na pesca em pequenos rios e lagoas, o caldo de suas folhas maceradas é jogado nas águas, provocando o entorpecimento dos peixes. Assim, eles flutuam na superfície e então basta coletá-los. As raízes da bananeira imbé são comumente usadas para a confecção de cestos, barbantes e outros itens.

Como usar a bananeira imbé?

O modo de usar esta planta depende da condição de saúde a ser tratada. Confira a seguir:

  • Hidropisia – No caso de hidropisia, cozinhe 10 gramas de cascas e folhas frescas para um litro de água. Tome várias xícaras ao dia.
  • Úlceras – No caso de úlceras, aplicam-se as folhas frescas amassadas; e nos outros casos, é indicado um banho com base no cozimento das folhas frescas e a casca de seu caule.

Precauções

Não foram encontradas contraindicações e efeitos colaterais nas fontes pesquisadas, mas lembre-se que a automedicação pode ser muito perigosa. Todo e qualquer tratamento, inclusive o natural, só deve ser iniciado sob orientação médica. E no caso da bananeira imbé, a planta é relativamente tóxica, e por isso deve ser ingerida de forma moderada.


Reportar erro