Ao saber disso você pensará duas vezes antes de optar pelo refrigerante diet

O uso de adoçantes pode contribuir para a ativação dos receptores no cérebro, aumentando o apetite


As bebidas dietéticas e sem açúcar não são tão benéficas para a perda de peso, podendo contribuir para o efeito oposto ao desejado. Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada por estudiosos do Imperial College em Londres.

No quadro “Vive la salud”, da CNN en Español, a psicóloga Marisa Azaret explica por que essas bebidas podem não ser tão boas para manter o peso saudável.

O refrigerante diet não é tão saudável quanto se pensa

De acordo com a Dra. Marisa Azaret, quanto mais produtos de dieta se tornam disponíveis no mercado, mais aumenta o peso da população, a tal ponto que a Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou para uma crise mundial de obesidade.

Ao saber disso você pensará duas vezes antes de dar preferência ao refrigerante diet

Foto: depositphotos

As bebidas dietéticas, adoçadas artificialmente, surgiram como uma alternativa saudável para os indivíduos que desejam manter o peso ou perder uns quilinhos. No entanto, segundo pesquisadores do Imperial College em Londres, não há evidências científicas que apoiem a afirmação de que esse tipo de bebida é mais saudável.


Vários estudos apresentam resultados mistos e inconclusivos, sendo que os que defendem a abstenção dos refrigerantes diet asseguram que o uso de adoçantes artificiais pode contribuir para a ativação dos receptores no cérebro relativos aos doces, aumentando o apetite. A reportagem feita pela CNN en Español também mostra que, ao consumirmos bebidas dietéticas, temos a tendência de nos dar permissão para ingerir alimentos mais calóricos.

Falta de evidências científicas

A psicóloga Marisa Azaret sublinha o fato de não existirem evidências científicas que comprovem que o consumo de refrigerante diet reduza o peso da população. De acordo com a conclusão do estudo realizado pelo Imperial College em Londres, não existem provas de que os refrigerantes diet previnam o aumento do peso, diabetes de tipo 2 ou a manutenção de um Índice de Massa Corporal recomendável.

Assim sendo, a percepção de que as bebidas com menos açúcar são mais saudáveis é equivocada e, por isso, elas não devem ser promovidas como parte de uma dieta equilibrada e saudável.

De acordo com Azaret, vários países ao redor do mundo, como a França, por exemplo, recomendam que a população não consuma refrigerantes comuns, tampouco os dietéticos. A recomendação é dar preferência para um líquido importantíssimo para o nosso organismo: a água.


Informar erro