Alimentação vegana: conheça 10 verdades e mitos

A alimentação vegana, também conhecida por vegan, é aquela que a pessoa não consome nenhum tipo de produto de origem animal


Cuidar da saúde e lutar pelo bem-estar físico e psicológico faz parte do que muita gente quer para a vida. Nesse conceito, a alimentação entra como fator primordial para que tudo isso seja possível. Abrir mão de certos tipos de alimentos ou seguir uma ideologia contribui para que esses objetivos sejam alcançados.

A alimentação vegana, por exemplo, também conhecida por vegan, é aquela que a pessoa não consome nenhum tipo de produto de origem animal, entre carne, leite e todos os seus derivados, até mel e lã. Esse estilo de vida vem crescendo muito, ao longo dos anos, sobretudo entre os brasileiros.

Muita gente cultiva dúvidas sobre esse tipo de alimentação, algumas, inclusive, chegam a confundir com o vegetarianismo. Para que isso não aconteça, veja a seguir, os 10 maiores mitos e verdades deste tipo de alimentação. Certamente, muitas dúvidas serão esclarecidas.

Alimentação vegana: conheça10 verdades e mitos

Foto: depositphotos

  1. Vegetarianismo e veganismo são a mesma coisa?

A dieta vegetariana pode ser adotada por motivos diversos, como saúde, ética ou religião, já o veganismo tem como foco principal a questão ética pela não exploração animal.  O vegan não consome nenhum produto de origem animal, por exemplo, carne, leite e todos os seus derivados, até mel e lã. Já no vegetarianismo, não se consome carne, porém é permitido produtos de origem animal, como ovos e laticínios.

  1. Veganos tem deficiência de cálcio?

Mito. O leite de vaca é uma fonte de cálcio extremamente relevante para o corpo, porém existem outras maneiras de obtê-lo. Uma dessas formas é através da inclusão de alimentos como tofu, couve, e brócolis no cardápio. Outra maneira são os leites vegetais fortificados com alto teor de cálcio e nutrientes equivalentes ao leite de vaca.

  1. Consumir grandes quantidades de soja faz mal ao organismo?

Mito. O consumo excessivo de soja é sim permitido, porém é necessário manter um equilíbrio com os demais alimentos consumidos, a exemplo das folhas e vegetais.


  1. Alimentação vegana é benéfica a saúde?

Verdade. Estudos apontam que pessoas que adotaram o estilo de vida vegano apresentaram menos quantidade de colesterol no organismo e menos chances de desenvolver leucemia e qualquer tipo de câncer.

  1. Veganos perdem peso com facilidade?

Mito. Uma dieta vegana pode ser uma maneira saudável de perder peso, mas precisa estar atrelada a uma rotina regular de exercícios físicos. A dieta vegana não tem baixo teor de gordura, por consequência não garante a perda de peso com maior facilidade.

  1. Crianças podem ser verganas?

Verdade. A dieta vegana pode ser aplicada pelas crianças, desde que seja muito bem planejada, com acompanhamento de nutricionista e com bastante cuidado.

  1. Vegano não consome proteína?

Mito. As proteínas não estão restritas as carnes, elas também podem ter origem vegetal, podendo ser encontradas no feijão, grão-de-bico, lentilha, brócolis, cogumelos ou soja. Amêndoas e nozes são alimentos, por exemplo, que também contém proteínas.

  1. Quem se torna adepto da dieta vegana não fica doente?

Mito. Quem leva um estilo de vida vegan, não está imune a doenças. Porém, estudos indicam que pessoas que adotaram dietas veganas ficam doentes com menos frequência devido ao tipo de alimentação saudável e equilibrada.

  1. Veganos tem mais dificuldade em ganhar massa muscular?

Mito. A combinação de cereais (como arroz, milho, aveia e outros) com leguminosas (como feijão e soja) já garante a quantidade de proteína encontrada em carnes e ovos.

  1. Dieta vegana é mais cara?

Mito. Atualmente existem muitos produtos disponíveis no mercado em uma variedade de preços e marcas, o que facilita para o adepto a dieta escolher qual é o mais acessível para ele. Além disso, armazenando de forma correta grãos, cereais, legumes e outros, é possível criar uma dieta mais barata e acessível.


Reportar erro