Acanto: 12 propriedades medicinais para a saúde

O acanto possui excelente desempenho como medicamento natural para tratar e combater problemas como resfriados, gripes, faringites e bronquites. Confira


Inúmeras são as plantas existentes em todo o mundo capazes de atuar como alternativa aos medicamentos farmacêuticos para tratar doenças que acometem o organismo humano. Eficientes apenas com seus ativos naturais, esses vegetais não causam dependência e, em muitos casos, nem mesmo efeitos colaterais, diferente de grande parte dos remédios industrializados.

Originária de Portugal, da região mediterrânea, e também do noroeste africano, a planta acanto é uma das ervas mais conhecidas por prevenir e tratar várias doenças que afetam o corpo humano. A mesma se desenvolve em áreas secas, escassas de água e à sombra. Está é também uma espécie conhecida como um dos primeiros vegetais plantados em jardins, cuja beleza e desenvoltura serviu nas colunas da arquitetura greco-romana como inspiração para a Arte Coritiana.

Propriedades medicinais do acanto

  1. Adstringente;
  2. Analgésico;
  3. Antidiarreico;
  4. Anti-inflamatório;
  5. Aperiente;
  6. Emoliente;
  7. Colerético;
  8. Demulcente;
  9. Detersiva;
  10. Expectorante;
  11. Laxante;
  12. Vulnerário (cicatrizante).

Benefícios do acanto

Inúmeras são as propriedades medicinais do acanto, as quais, claro, estimulam os efeitos benéficos desta erva para combater transtornos da saúde humana. Problemas de ordem respiratória, transtornos externos ao organismo e ainda tratamentos ligados à saúde íntima da mulher estão entre os principais benefícios que se tem conhecimento quanto ao vegetal acanto.

Acanto: benefícios desta planta para a saúde

Foto: Reprodução/ internet

O mesmo possui excelente desempenho como medicamento natural para tratar e combater problemas como resfriados, gripes, faringites e bronquites. Além de destruir distrofias da mucosa vulvovaginal, atuar no equilíbrio do fluxo menstrual e ainda desempenhar função benéfica no tratamento da vulvovaginite. Vale ainda ressaltar a importância dessa planta para a cura de ocorrências como queimaduras, eczemas na área cutânea, contusões e feridas.


Indicações de uso

O acanto é uma planta bastante indicada para o tratamento de problemas como:

Bronquite;
Colocistite;
Cololitíase;
Contusões;
Disfunção;
Disfunção hepatobiliar;
Hepatobiliar;
Distrofias da mucosa vulvovaginal;
Eczema;
Estomatite;
Faringite;
Ferida;
Gripe;
Herpes;
Queimaduras;
Resfriado;
Rectocolite;
Vulvovaginite;
Regularizar o fluxo menstrual.

Acanto e seus princípios ativos

Ácidos orgânicos;
Glicídeos;
Mucilagens;
Princípio amargo;
Resinas;
Sais minerais;
Taninos.

Métodos de utilização da planta

  • Interno – por meio infusão ou decocção;
  • Externo – através de cataplasma, gargarejo, colutório, compressas, lavagem, irrigações vaginais.

Reportar erro