Acabe com a enxaqueca de maneira natural

Por Redação

Enxaqueca

Dor de cabeça, sintoma típico deste problema | Imagem: Reprodução

A enxaqueca é uma dor de cabeça que atinge grande parte da população mundial há séculos! Na verdade, não se trata apenas de uma cefaleia, mas de uma síndrome neurológica, caracterizada por dores de cabeça repetidas, normalmente são pulsáteis, em um ou dos dois lados da cabeça, podem ter intensidade moderada ou ser bastante intensas. É comum serem acompanhadas de náuseas e vômitos, além de intolerância à luz ou a barulhos.

As crises de enxaqueca podem ser precedidas por alguns sintomas, como irritabilidade, hiperatividade, depressão nervosa, falta de apetite, dificuldade de concentração e memorização, sonolência, bocejos repetidos e também vontade de comer algum alimento específico, como chocolate, por exemplo. Essas crises, quando ocorrem, podem ter duração entre 4 e 72 horas!

As crianças também podem apresentar enxaqueca, associada a dores abdominais recorrentes, tonturas, vômitos cíclicos e dores nas pernas.

O que causa a enxaqueca?

As crises são desencadeadas por inúmeros fatores, como estresse físico e mental, privação ou excesso de sono, alterações hormonais, como o período menstrual feminino ou determinados alimentos e bebidas, como queijos, embutidos, vinho tinto e álcool de maneira geral, entre outros. Cada caso deve ser individualizado, sendo a causa investigada de acordo com o histórico do paciente.

A enxaqueca tem causa desconhecida, na maior parte dos casos, mas acredita-se que tenha causas multifatoriais, especialmente o fator hereditário.

Diagnóstico

Através de exame clínico, historia médica do paciente, exames neurológicos e, eventualmente, exames complementares, como ressonâncias de crânio, eletroencefalograma, etc., caso as crises tenham iniciado após os cinquenta anos, ou tiverem iniciado subitamente e não aliviarem com analgésicos. Também quando há a presença de outras doenças, especialmente infecciosas ou os exames anteriores tenham apresentado alguma alteração.

Para haver diagnóstico  de enxaqueca, é necessário que tenham ocorrido mais de cinco crises de dores de cabeça com os sintomas e características da enxaqueca.

Tratando através do uso de remédios naturais

Remédios caseiros contra enxaqueca

Remédios caseiros contra enxaqueca | Imagem: Reprodução

Além da prevenção, quando se tem crises de enxaqueca é possível tratá-las com remédios naturais que melhoram muito os sintomas! Veja alguns:

CATAPLASMA DE LIMEIRA

  • Em um pilão, esmague um punhado de folhas de limeira junto com 1/2 cálice de água, até que forme uma pasta. Aplique esta pasta diretamente sobre a área da cabeça que dói, ou em uma gaze e depois na cabeça, por meia hora. Fazer isso sempre que a dor de cabeça surgir.

CHÁ DE GENGIBRE

  • Rale 50g de gengibre e ferva-o com 1 litro de água por quinze minutos. Desligue o fogo e coe o chá. Beba este chá várias vezes ao dia.

Outras plantas medicinais para o tratamento

  • PARA DESINTOXICAR E RELAXAR O SISTEMA NERVOSO: cavalinha, chapéu-de-couro, tanchagem, dente-de-leão com alfazema. Bebidas três ou quatro xícaras ao dia. Pode-se usar essas ervas associadas, durante quatro dias e, por dois dias, água com limão e 20 gotas de água de melissa (produto natural vendido em farmácias), quatro vezes ao dia.
  • Chá de laranjeira e chá de erva cidreira, duas ou três xícaras ao dia, bebido aos goles.
  • Na prevenção e tratamento de crises de enxaqueca, uma das plantas mais indicadas e eficientes é o tanaceto, que também é chamado de atanásia ou feverfew e é vendido em cápsulas em lojas de produtos naturais. A dosagem indicada normalmente é de 200mg ou 1 cápsula ao dia. Por semanas ou meses deve ser tomado. É desaconselhado à gestantes ou lactantes.