Absinto: saiba mais sobre os benefícios desta planta

Aperitivo, estomacal, tônico e vermífugo. Essas são algumas das propriedades que o absinto possui. Aprenda como consumir a planta


Absinto é uma planta famosa desde a Antiguidade, tanto que foram os gregos que escolheram seu nome científico – Artemisia absinthium– uma forma de homenagear a deusa da fecundidade, Artemisa.

Cresce na Europa, Ásia, em algumas regiões da América do Norte e do Sul, incluindo o Brasil. Em solos secos a planta se desenvolve naturalmente e dá origem a folhas alternas, de cor verde acinzentada, e flores agrupadas em capítulos amarelo-esverdeados.

Através das suas sumidades, a planta pode ser usada no tratamento de doenças relacionadas ao sistema digestivo e também funciona como uma saída para mulheres que possuem problemas durante o período menstrual.

Absinto - Saiba mais sobre os benefícios desta planta

Foto: depositphotos

Veja outros efeitos benéficos desta erva e saiba como usá-la.

Benefícios e indicações desta planta

Aperitivo, estomacal, tônico e vermífugo. Essas são as propriedades que o absinto carrega e que são responsáveis pelos grandes benefícios ao sistema digestivo do organismo humano.

Por conter princípios amargos, essa planta consegue abrir o apetite de quem está com problemas na alimentação e até mesmo em pacientes com anorexia.

Também melhora as más digestões causadas pela fraca atuação dos sucos gástricos, consegue aliviar as doenças que derivam desse problema e ainda atua na intenção de eliminar os vermes do intestino.

Elimina acidez gástrica, flatulências, anemia, inchaços e outros distúrbios digestivos.

Além disso, é uma erva aliada da saúde da mulher, isso por que regula o ciclo menstrual e ainda atenua as dores provocadas por esse período.


Tudo isso graças ao efeito emenagogo que o absinto possui através sua composição. Na pele, pode ser usada como repelente, afastando mosquitos através do bom aroma que exala.

Já o absinto seco pode ser usado entre as roupas como inseticida, para afastar as traças.

Receita do chá de absinto

Esta planta pode ser encontrada facilmente em lojas de produtos naturais físicas ou online e, mesmo que menos frequentemente, também pode ser comprada em feiras livres.

Ao adquirir o produto, recolha três colheres (de sopa) da planta e coloque em um recipiente com um litro de água filtrada. Leve a mistura para o fogo e espere ferver por 15 minutos.

Após o tempo determinado, deixe a fervura descansar por mais cinco minutos e coe. A dica principal é beber sem a adição de nenhum adoçante.

São recomendadas de duas a três xícaras deste chá durante o dia e, se ingerido nos horários corretos, há grandes chances de oferecer os efeitos benéficos.

Por exemplo, se a intenção é aumentar o apetite, o paciente deve beber até 30 minutos antes das refeições principais. Já se o objetivo é melhorar a digestão, o melhor é tomar o chá após a alimentação.

Contraindicações e cuidados

O uso desse chá deve ser feito respeitando as dosagens, haja vista que o seu excesso pode causar danos à saúde dos pacientes.

Além disso, ao iniciar um tratamento, este não deve ser em um período prolongado, para evitar transtornos indesejáveis, como sufocamentos e até mesmo paralisia dos membros do corpo.

Não é recomendável a utilização desta bebida por pacientes com epilepsia, mulheres grávidas ou em período de lactação. Também fica proibido o uso em crianças menores de 12 anos, nem de forma interna, nem externa.


Reportar erro