6 comidas que as pessoas nem imaginam que emagrecem

É possível entrar em uma dieta eficaz para reduzir os quilinhos sem precisar deixar de comer, por exemplo, o chocolate, além de outros saborosos alimentos


Muitas pessoas têm dificuldade de fazer uma eficiente dieta, isso devido a ideia de que para emagrecer é preciso abrir mão de alimentos saborosos os quais a maioria das pessoas já está acostumada a degustar. Entretanto, essa tese já faz parte do passado, pois é possível entrar em uma dieta eficaz para reduzir os quilinhos sem precisar deixar de comer, por exemplo, doces como chocolate.

Essa realidade existe graças à alguns pratos e condimentos que, mesmo sendo saborosos, não influenciam na quebra de nenhuma dieta e, em alguns casos, até estimulam a boa forma corporal.

Desfrute do chocolate amargo

6 comidas que as pessoas nem imaginam que emagrecem

Foto: Pixabay

Para os “chocólatras de plantão” que precisam entrar em uma dieta, uma boa notícia: o chocolate amargo não quebra os efeitos de um saudável regime alimentar.

Tal conclusão foi obtida após cientistas da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, terem feito uma pesquisa. Na amostra, distribuiu-se chocolate amargo e ao leite a pessoas voluntárias no café da manhã. O resultado foi que, aqueles que comeram o primeiro tipo de chocolate, sentiram menos desejo de ingerir comida nas horas posteriores ao consumo do doce. Inclusive, na refeição do almoço, os comedores do chocolate amargo consumira a menos 17% de calorias.

Isso ocorre devido o chocolate amargo ser fonte de proteínas e gorduras, mas com baixos níveis de açúcar em relação ao chocolate ao leite. Esse fator retarda o envio de açúcar para o sangue.

Entretanto, é importante ressaltar que, ainda que não prejudicial à dieta, o chocolate amargo também deve ser consumido com certa moderação.


Aproveite a pipoca

Ideal para consumir na companhia de amigos e familiares, de preferência vendo um bom filme, seja em casa ou no cinema, a pipoca é considerada um alimento rico em fibras. Esse nutriente é, então, fundamental para deixar o organismo com a sensação de saciado, evitando que a pessoa saia comendo todo tipo de comida, inclusive as prejudiciais ao regime alimentar.

Liberado o consumo de cogumelos Portobello

Os cogumelos são sempre ideais para pratos que envolvem saladas ou massas. E no caso dos do tipo Portobello, os quais contêm o aminoácido glutamato, responsável por um marcante sabor identificado como umami.

Em um estudo britânico, o qual realizou teste com sopas, constatou-se que as pessoas que consumiram a sopa com sabor umami se sentiram saciadas, evitando assim o consumo de outros alimentos, sobretudo os gordurosos que quebram o regime.

Coma o biscoito salgado de centeio

Uma pesquisa realizada pelo Nutrition Journal, identificou que pessoas que comiam os biscoitos salgados de centeio tiveram 21% menos de fome nas horas posteriores à ingestão do alimento. Inclusive, essas mesmas pessoas, consumiram calorias 8% a menos na refeição do almoço.

De acordo com suposições de cientistas, isso ocorre devido o centeio possuir uma fibra viscosa, capaz de fazer com que o intestino humano passe por um processo de expansão, efeito que reduz a digestão e a liberação de carboidratos para o sangue. Posterior a isso, os níveis de açúcar na corrente sanguínea caem, promovendo o equilíbrio da insulina, deixando assim o organismo com a sensação de saciado.

Saboreie o molho de pimenta malagueta

Molhos produzidos com pimenta malagueta são dotados de capsaicina, substância que atua como um eficiente redutor de apetite. Diversos estudos já foram realizados ao redor do mundo com esse molho e, constatou-se, que a capsaicina promove inúmeros efeitos benéficos relativos à perda de peso, aumentando, inclusive, a queima de calorias e a sensação de saciedade.

Batatas cozidas frias, sim

A batata cozida, após o resfriamento, adquire o amido resistente, carboidrato que atravessa o intestino sem que seja digerido. De modo que as bactérias do intestino grosso se aproveitam dele e produzem compostos classificados como ácidos graxos de cadeia curta, os quais promovem a formação dos peptídeos, substâncias responsáveis por enviar ao cérebro a mensagem de que o organismo já está saciado. Por outro lado, a batata, se servida morna, não possui nível considerável de amido resistente. Opte, portanto, por consumir a batata cozida fria.


Reportar erro